PUBLICIDADE

Causa da morte de Claudia Jimenez aos 63 anos é confirmada

Atriz consagrada da Rede Globo faleceu ontem (20)

Claudia Jimenez como a personagem Bibi em série do Fantástico.
Claudia Jimenez como a personagem Bibi em série do Fantástico. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Claudia Jimenez morreu aos 63 anos neste sábado (20). A atriz estava internada no Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, e sofreu uma insuficiência cardíaca. A causa da morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da Globo, emissora na qual a humorista se consagrou, e também informada durante Jornal Hoje e Jornal Nacional.

Eternizada como intérprete de Dona Cacilda, da Escolinha do Professor Raimundo (1990-1995 e 2001), e de Edileuza, do Sai de Baixo (1996-2002), Claudia enfrentou diferentes problemas de saúde desde 1986, quando procurou um médico para curar uma tosse persistente e descobriu que tinha câncer, um tumor maligno no mediastino, atrás do coração.

A artista chegou a ser desenganada, mas se curou da doença. As sessões de radioterapia, porém, causaram outro problema de saúde. Os médicos acreditam que o tratamento pode ter afetado os tecidos do coração, o que a obrigou a fazer pelo menos três cirurgias nos anos seguintes.

Em 1999, ela sofreu um infarto, se submeteu a uma operação e colocou cinco pontes de safena. Em 2012, para a substituição da válvula aórtica, ela fez um novo procedimento cirúrgico. A terceira cirurgia foi em 2014 para um marca-passo, ano em que ela falou o seguinte ao Fantástico:

Quando eu falo para o meu médico: 'Ô, radioterapia desgraçada!'. Aí ele fala: 'Mas se não fosse ela, você já estava há muito tempo lá em cima, né?'. E é verdade, quer dizer, a gente tem sempre que agradecer em vez de reclamar.

"Uma boa parte da vida de Claudia Jimenez foi lutar contra as doenças que teve. Mas em nenhum momento deixou de ter alegria. Alegria que nós tivemos com essa maravilhosa atriz. Descansa agora", escreveu o apresentador Serginho Groisman.

"Eu já sabia que ela estava mal no hospital. Então, uma hora vamos. Mas enfim. Olha que coisa linda, olha o legado dessa garota que venceu todos os preconceitos, venceu todas as dificuldades, se impôs com um talento absurdo. Então merece todas as homenagens", comentou Miguel Falabella, que compareceu ao velório no Rio de Janeiro.

O último trabalho de Claudia na Globo foi na novela Haja Coração (2016), como a hilária  Lucrécia Abdala. Durante a pandemia da Covid-19, a trama escrita por Daniel Ortiz foi reapresentada na Globo entre outubro de 2020 e março de 2021.

Com informações do Portal Notícias na TV

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE