PRF prende motociclistas que organizavam rachas na BR-277

Ainda não foi divulgado o balanço final das apreensões, mas ao menos 15 pessoas foram presas

Motos foram apreendidas na região de São José dos Pinhais
Motos foram apreendidas na região de São José dos Pinhais -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Várias motos de alta cilindrada foram apreendidas em operação realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) com apoio da Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) na BR-277, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. As apreensões aconteceram após policiais receberem denúncias de que, constantemente, aconteciam rachas na região; ainda não foi divulgado o balanço final das apreensões, mas ao menos 15 motociclistas foram presos.

Incomodados com a constante disputa de racha, moradores denunciaram a situação para a PRF e os motociclistas foram autuados em flagrante. “Passamos a monitorar esse trecho há uns cinco meses. Nós ficamos nesse ponto hoje, por umas cinco horas, em que pudemos fazer o flagrante e encaminhar os criminosos para a delegacia”, disse o delegado Edgar Santana.

Segundo o PRF Rodovalho, os integrantes do grupo não tinha medo nem de cometer o crime na frente das viaturas policiais. “Nós investigamos por mais de dois anos. Primeiro, surgiram por meio de denuncias de moradoras. O volume aumentou tanto que até na frente das nossas viaturas eles cometiam o crime. Começamos a investigar e acionamos a Dedetran. Hoje, obtemos existo nessa operação”, disse.

Os encontros eram marcados por meio das redes sociais e ele disputavam corrida por mais de 10 quilômetros, até um ponto específico marcado, segundo a PRF.

“Eles têm grupos de WhatsApp e Telegram em que eles marcam o encontro. Eles se encontram em postos de combustíveis no início da BR-277, no quilômetro 81. Depois, eles descem até o Km 29, onde param e tomam café. Depois eles sobem até o Km 40. Ficam fazendo esse retorno, fazendo disputadas de velocidade”, completou Rodoavalho.

Por conta do crime, alguns acidente com morte aconteceram na estrada. “Nós pegamos alguns casos de óbitos, por conta do excesso de velocidade, infelizmente”, concluiu. O balanço final da operação será divulgado em breve.

As informações são da Rádio Banda B