Adriane Galisteu leva o filho à parada gay e é criticada

"Eu sempre vou mostrar para o meu filho o caminho do respeito, liberdade e amor, afinal, o amor é a única revolução verdadeira. Ótima semana para vocês, meu beijo!", disse a artista.

Imagem ilustrativa da imagem Adriane Galisteu leva o filho à parada gay e é criticada
-

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

"Eu sempre vou mostrar para o meu filho o caminho do respeito, liberdade e amor, afinal, o amor é a única revolução verdadeira. Ótima semana para vocês, meu beijo!", disse a artista.

Adriane Galisteu foi  criticada nas redes sociais após levar seu filho, Vittorio Iodice, de 11 anos, para acompanhar a 26ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ em São Paulo neste domingo (19). Alguns internautas disseram que ela está "incentivando o filho a ser gay", outros chamaram atenção para a idade dele. O que não faltou foram comentários homofóbicos.

Nesta segunda-feira (20), Adriane agradeceu aos que saíram em sua defesa e rebateu as críticas no Twitter. "Eu sempre vou mostrar para o meu filho o caminho do respeito, liberdade e amor, afinal, o amor é a única revolução verdadeira. Ótima semana para vocês, meu beijo!", disse a artista.

Durante o evento, Galisteu não se intimidou e postou fotos e vídeos com o herdeiro na Avenida Paulista. Ela também fez questão de apresentar o "Power Couple" na Record TV, emissora evangélica, com um look colorido.

Leia mais em Yahoo