PUBLICIDADE

Prévia do censo aponta que a região possui 1 milhão de habitantes

Levantamento traz os números coletados pelo IBGE e engloba Campos Gerais e Centro-Sul do Paraná

Somados, os 29 municípios da região alcançam um total de 1.070.054 habitantes
Somados, os 29 municípios da região alcançam um total de 1.070.054 habitantes -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A região que engloba os Campos Gerais e o Centro-Sul do Paraná já soma mais de 1 milhão de habitantes. A informação foi coletada com base na prévia da população dos municípios referente ao Censo Demográfico 2022, conduzido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado na terça-feira (28). Somados, os 29 municípios da região alcançam um total de 1.070.054 habitantes. A prévia do IBGE leva em conta as informações coletadas até o dia 25 de dezembro.

Entre as 19 cidades que fazem parte da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG), Ponta Grossa manteve uma ampla taxa de crescimento. Conforme os dados prévios, a cidade polo possui uma população de 391.654. O município é o 4º maior do Paraná e o 8º maior da região Sul do Brasil. Castro segue como a 2ª principal cidade dos Campos Gerais em termos populacionais, com 75.956 habitantes. Na 3ª colocação do ranking regional está Telêmaco Borba, com um total de 73.331 habitantes.

Outros municípios que apresentaram crescimento conforme a projeção do IBGE foram Palmeira e Jaguariaíva, que fecharam o levantamento prévio com 36.384 e 35.527 habitantes respectivamente. Na faixa entre 23 mil e 27 mil habitantes estão Reserva, Ortigueira, Arapoti, Piraí do Sul e Carambeí. Ainda nos Campos Gerais, entre 11 mil e 19 mil habitantes, cabe citar as cidades de Tibagi, Sengés, Ipiranga, São João do Triunfo, Curiúva, Ivaí e Imbaú. Ventania e Porto Amazonas seguem como as menores cidades da AMCG, com 9.682 e 5.543 habitantes.

Região da Amcespar tem população superior a 214 mil

Conforme os números publicados pelo IBGE, as 10 cidades que englobam a Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná (Amcespar) possuem uma população total de 214.960 pessoas. Irati segue na liderança do ranking regional, com 59.253 habitantes. Logo em seguida está Prudentópolis, com um total de 49.395. Imbituva é a 3ª maior cidade do Centro-Sul, com 29.983, de acordo com os dados publicados nesta semana.

A 4ª maior cidade, levando em conta o cenário da Amcespar, é Rebouças. O município soma 14.524 habitantes e fica à frente de Rio Azul, que fechou a projeção com 14.032 habitantes. Na sequência, estão Mallet e Inácio Martins, com populações de 13.378 e 10.776, respectivamente. Abaixo da faixa de 10 mil habitantes estão Teixeira Soares, com 9.565; Guamiranga, com 7.856; e Fernandes Pinheiro, com 6.288.

Gestores pretendem consolidar investimentos no próximo ano

A atual gestão da AMCG tem procurado meios de potencializar a economia local, também com foco na melhoria dos serviços prestados pelo poder público à população. Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede, o presidente da Associação e prefeito de Piraí do Sul, Henrique Carneiro (União), avaliou as conquistas regionais e também falou sobre ações que devem sair do papel no próximo ano. “Trabalhamos intensamente neste ano em prol do desenvolvimento dos Campos Gerais. Fizemos parcerias junto ao Governo do Estado, associações e empresas, para que pudéssemos fomentar cada vez mais a nossa economia. Algumas ações já estão rendendo frutos”, avaliou.

Segundo ele, a intenção sempre foi dar continuidade ao trabalho da administração anterior, sempre com a intenção de aprimorar ações que já haviam sido iniciadas. “Entre as prioridades, está a execução de pautas municipalistas, focando no desenvolvimento das cidades de menor porte. Estamos levando aperfeiçoamento profissional às empresas, com apoio do Sebrae, por exemplo, que é um grande parceiro. As maiores demandas da região estão nas áreas de emprego, renda e saúde”, apontou Carneiro, citando algumas deficiências que ainda existem em certas localidades.

Diversos setores recebem melhorias

A Amcespar também viabilizou uma série de projetos no decorrer deste ano, com destaque para os setores de saúde, infraestrutura e planejamento. Entre os principais objetivos da entidade para 2023 estão a aplicação de recursos visando a industrialização e o reforço de parcerias já existentes junto aos governos Estadual e Federal.

O presidente da Asssociação e prefeito de Inácio Martins, Junior Benato (PSD), também concedeu entrevista ao Jornal da Manhã e Portal aRede. “Em 2022, procuramos projetar a nossa associação à nível de Paraná, para que ela tivesse um espaço consolidado. Isso fez com que todos os prefeitos atuassem de forma participativa. A maioria dos nossos prefeitos vem de uma reeleição, isso credencia o bom trabalho existente dentro dos municípios e ajuda a alavancar o desenvolvimento regional”, afirmou.

Durante a entrevista, o presidente Benato revelou a intenção de qualificar a logística regional, com a intenção de atrair novas empresas e otimizar o deslocamento de pessoas e produtos. “Uma das pautas mais importantes atualmente, também pensando em 2023, é a construção de um aeroporto na nossa região. Já temos o terreno doado e o projeto executivo. Para que uma região se desenvolva, é necessário que exista uma infraestrutura que favoreça a logística empresarial. Com o aeroporto, poderemos competir com outras regiões do Brasil na captação de novos empreendimentos”, concluiu.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE