PUBLICIDADE

Grupo aRede anuncia projetos especiais dos 200 anos de PG

Publicação especial com 200 páginas será elaborada para o aniversário da cidade, abordando toda a história de desenvolvimento, o presente e o futuro. Projeto Vamos Ler terá premiação especial do bicentenário do município

Grupo aRede trabalha na produção de diversos projetos especiais no decorrer do ano
Grupo aRede trabalha na produção de diversos projetos especiais no decorrer do ano -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Em comemoração aos 200 anos de Ponta Grossa, aniversário que será celebrado em 2023, o Grupo aRede desenvolverá e publicará diversos projetos especiais. E eles não se resumem a Ponta Grossa: o município de Jaguariaíva, que também completa seu bicentenário em 2023, também será contemplado com ações e publicações especiais. Cada município ganhará uma publicação de 200 anos, que contará a história das cidades, o desenvolvimento, o momento atual pelo qual elas passam, e o desenvolvimento para o futuro.

No caso da edição de Ponta Grossa, explica o diretor do Grupo aRede, Eloir Rodrigues, a ideia é que a publicação sirva como um documento histórico. Será a 13ª edição da Revista Ponta Grossa Competitiva, que tradicionalmente é encartada na edição de aniversário da cidade, no dia 15 de setembro. “Essa será uma edição super especial, de 200 páginas, com a abordagem de Ponta Grossa de ontem, de hoje e de amanhã, passando pelo desenvolvimento da cidade e mostrando como Ponta Grossa está situada hoje, em todos os aspectos, no âmbito econômico e social”, detalha o diretor, explicando que a densa publicação terá lombada quadrada, e uma capa mais grossa, corroborando com esse aspecto de documento histórico. 

HISTÓRICA

A publicação detalhará toda a história do município, explica Rodrigues, evidenciando que os frutos do sucesso colhidos hoje são originários de um desenvolvimento histórico, nascido na rota dos tropeiros, trilhado pelas ferrovias e percorrido pelo ciclo de desenvolvimento comercial e industrial trazido pelas rodovias. Tudo isso fez com que Ponta Grossa se consolidasse como a quarta maior cidade do Paraná em população, com mais de 360 mil habitantes, com um PIB de R$ 17,2 bilhões, o 14º maior do Sul do Brasil e o 62º nacional. Ponta Grossa tem o maior parque industrial do interior do Paraná e o agronegócio está entre os 25 maiores do Estado, assim como o setor de serviços está entre os 80 mais representativos do país. Além de tudo isso, é uma cidade que se destaca nos setores de transporte, logística e turismo.

Serão detalhados os trabalhos realizados por várias empresas que foram e são protagonistas dessa história recente da cidade, mostrando os papéis que elas desenvolvem nas mais diferentes áreas, seja no comércio, educação, serviços, indústria e agronegócio. E sem esquecer o futuro, trabalhando com a abordagem de estudos feitos e em execução, mostrando quais as perspectivas para os próximos anos e próximas décadas na cidade nos vários aspectos. “Vamos fazer uma linha do tempo, documentando e mostrando quem está aqui, quais são as empresas, quem são os empresários, quem são as lideranças que hoje estão construindo a cidade, que assumem o seu papel como protagonistas do momento no município”, diz Rodrigues. 

HOMENAGEM

Diante das festividades do bicentenário, a revista também terá seu papel de laurear o aniversário da cidade. “Esse material especial é também uma forma do Grupo aRede homenagear os 200 anos da cidade e contribuir com essa programação que está sendo desenvolvida no município. Vamos produzir um documento que marque esse momento, que tenha valor histórico, mostrando a importância nos aspectos histórico, cultural e econômico da cidade que é uma das que mais cresce no país”, ressalta Eloir Rodrigues.

Jaguariaíva ganhará revista especial

Da mesma forma que a publicação de Ponta Grossa trará a documentação histórica e cultural do município, a revista dos 200 anos de Jaguariaíva também abordará todos esses aspectos, desde os tempos do tropeirismo, até seu desenvolvimento sobre os trilhos, especialmente seu aspecto industrial, que até hoje se destaca como o setor mais forte da economia municipal. Igualmente à abordagem em Ponta Grossa, a revista trará o detalhamento das empresas e lideranças que constroem a Jaguariaíva do presente e as perspectivas de desenvolvimento para o futuro

Projeto ‘Vamos Ler’ trabalhará o bicentenário dos municípios

O consolidado projeto Vamos Ler, que completa 16 anos, também terá um concurso especial em seu desenvolvimento em 2023, em função dos 200 anos da cidade de Ponta Grossa. “Vamos incentivar os professores e alunos a trabalharem com pesquisas voltadas à história da cidade, com resgate histórico, e também que demonstrem a importância da cidade em contexto estadual”, explica Eloir Rodrigues. Em setembro, ocorre a divulgação dos vencedores do concurso “200 Vezes PG”, que irá premiar os melhores trabalhos em textos, fotos e vídeos. Jaguariaíva também terá um trabalho especial no projeto com esse foco nos 200 anos.

O Vamos Ler deve atingir, em 2023, mais de 20 municípios dos Campos Gerais e Centro Sul do Paraná, abrangendo todos os alunos do 5º ano de todas as escolas públicas – e que em Ponta Grossa inclui as principais particulares. O projeto trabalha com a capacitação dos professores e o desenvolvimento, junto aos alunos, de novas tecnologias, cidadania, senso crítico e o uso de informação na internet.

Além disso, com a ideia de valorizar os 200 anos, o Grupo aRede firmou uma parceria com o historiador Niltonci Batista Chaves para publicar uma coluna diária, nos 200 dias que antecedem o aniversário, com fragmentos de momentos históricos do passado da cidade. A coluna, publicada diariamente no Portal aRede a partir de fevereiro, também servirá como um suporte pedagógico ao projeto especial Vamos Ler, para os professores trabalharem a história da cidade com os alunos.


Anuário regional abordará investimentos 

O anuário Caminhos dos Campos Gerais chega à sua 14ª edição. Em 2023, o tema será ‘investimentos’. Ele vai abortar os cenários favoráveis apresentados pelos municípios dos Campos Gerais para atrair aportes industriais e empresariais, destacando os grandes projetos realizados nos últimos anos. São exemplos as multinacionais DAF, Mars e Ambev, que escolheram Ponta Grossa para novos investimentos, e outras que ampliam, como Tetra Pak, Continental, Heineken, entre outras.

Outro aspecto é a diversidade nos municípios, com Ortigueira recebendo aportes que passaram dos R$ 20 bilhões por parte da Klabin (papel e celulose); Porto Amazonas, que recebeu um aporte superior a R$ 1 bilhão da PremierPet (alimentação animal); Mallet, que é sede da Sepac, uma das maiores fábricas de seu segmento no país (papel toalha e papel higiênico); entre outros exemplos. “Vamos mostrar não apenas os investimentos da iniciativa privada, mas também ações do poder público, como os governos municipal e estadual, e entidades, como a Fiep e o Senai, por exemplo, realizadas para favorecer o cenário positivo de atração de investimentos, como leis, projetos de capacitação e incentivos ao empreendedorismo”, diz Rodrigues.

OUTROS PROJETOS

Além desses projetos, há ainda os tradicionais realizados no decorrer do ano, como o suplemento ‘A Força do Agro’, que destaca o potencial do agronegócio nos Campos Gerais, publicado em dezembro, e o Painel Digital ‘O melhor da educação’, desenvolvido em parceria com o Sinepe, que coloca em evidência as principais iniciativas das escolas particulares da cidade. E sem falar nas coberturas especiais de datas marcantes como Vestibular da UEPG, Münchenfest, Agroleite, Digital Agro, entre outros.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE