Ipiranga inicia formação dos rebanhos multiplicadores

2ª etapa do Programa de Fomento na Produção de Ovinos para Indústria é realizada em parceria com a Coopegera

Secretaria de Agropecuária deu início na formação dos Núcleos Multiplicadores
Secretaria de Agropecuária deu início na formação dos Núcleos Multiplicadores -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

2ª etapa do Programa de Fomento na Produção de Ovinos para Indústria é realizada em parceria com a Coopegera

O programa de Fomento na Produção de Ovinos no município de Ipiranga, com o projeto Inovação Tecnológica na Produção de Ovinos para Indústria, está trabalhando com os potenciais produtores habilitados para formação dos rebanhos multiplicadores, como 2ª parte do projeto.

O programa municipal foi criado no ano de 2021 e continua em execução na sua 1ª parte que é o levantamento do potencial das propriedades e dos rebanhos com análise capacidade de expansão, tendo como meta prevista para término em dezembro de 2022.

A continuidade do programa na 2ª parte, prevê a formação de rebanhos multiplicadores de matrizes potencialmente produtivas para formar os grupos genéticos com as características zootécnicas de maior importância econômica para formação e multiplicação de novos rebanhos na produção de cordeiros para abate.

Para iniciar a 2ª parte do programa, que tem por objetivo principal a orientação na formação dos rebanhos multiplicadores através das avaliações dos diferentes cruzamentos entre raças, que apresentem os desempenhos zootécnicos desejados, a Fazenda Descalvado na localidade do mesmo nome, de propriedade de. Thiago Augusto Manosso, foi a primeira propriedade eleita para iniciar as avaliações em 2023 com o rebanho cruzas Santa Inês x White Dorper.

Na tarde de quarta-feira (27), a fazenda recebeu a visita do secretário de Agropecuária, Faustino Pereira Filho, da equipe de técnicos e da Coopegera para as devidas avaliações e entendimentos na metodologia dos trabalhos com o proprietário.

A fazenda possui um rebanho avaliado de 85 fêmeas, composto por 51 matrizes, 17 borregas DL (Dentes de Leite) e 17 cordeiras que será utilizado como ventres aptos ao cruzamento inicial. A raça paterna indicada para o cruzamento foi a White Dorper, com vistas na melhoria dos índices zootécnicos e taxa de desfrute no rebanho, por meio do vigor hibrido e seleção por desempenhos. A resposta esperada é formação de matrizes F1 (1ª geração de cruzamentos) com estrutura corporal bem desenvolvida, excelente habilidade materna e funcionalidade para permitir a introdução de outras raças nos cruzamentos subsequentes que complementem as características zootécnicas desejadas, principalmente para o aumento de peso nos cordeiros desmamados por ovelha e melhoria na eficiência alimentar.

O princípio da complementariedade nas características zootécnicas constituí a razão principal nos planos de cruzamentos, onde duas ou mais características zootécnicas se combinam no acasalamento com efeito compatível de cada unidade da produção.

O propósito da formação desses grupos genéticos com méritos maternais, é a produção de matrizes potencialmente produtivas para serem indicadas aos sistemas de produção de cordeiros padronizados para a indústria.

“O progresso das ovelhas garante o sucesso dos pastores!”