Investimentos da Klabin na região superam R$ 8,48 bi

Somente neste início de 2022, o valor investido no Projeto Puma II, em Ortigueira, somou R$ 594 milhões

Área da planta industrial da Klabin em Ortigueira recebe obras para a expansão
Área da planta industrial da Klabin em Ortigueira recebe obras para a expansão -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Somente neste início de 2022, o valor investido no Projeto Puma II, em Ortigueira, somou R$ 594 milhões

A Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, que possui duas fábricas na região dos Campos Gerais, aplicou R$ 594 milhões, apenas no primeiro trimestre de 2022, nas obras do Projeto Puma II, construído em Ortigueira. Desde o início das obras desse projeto, em meados de 2019, a Companhia já consolidou R$ 8,489 bilhões de investimentos no local, na mesma área onde já está instalada a Unidade Puma I. O total previsto de investimentos é de R$ 12,9 bilhões, com previsão de conclusão no segundo trimestre de 2023 ou seja, em pouco mais de um ano. 

De acordo com o último relatório informado pela empresa, o avanço físico das obras atingiu 32%, segundo medição realizada em 17 de abril deste ano. Neste momento, a empresa realiza a construção da segunda máquina de papel, a MP28, que vai produzir papel-cartão, que é utilizado para a fabricação de caixas de produtos alimentícios e caixas para líquidos, como leites ou sucos. Suas obras foram iniciadas no dia 15 de setembro de 2021, deflagradas após a conclusão da primeira etapa do Projeto Puma II, quando ocorreu o ‘start-up’ da máquina de papel 27 (MP 27). Entre outubro e dezembro de 2021, as obras para essa segunda fase do projeto resultaram em um desembolso de R$ 759 milhões por parte da Companhia. Por ano, os valores aplicados foram R$ 1,27 bilhão em 2019, R$ 4,04 bilhões em 2020 e R$ 2,57 bilhões em 2021.

De acordo com a Klabin uma das principais diferenças entre as máquinas é que a MP27 utiliza, para a produção de papel, somente a fibra curta, vinda do Eucalipto. Já a MP28 utilizará também fibras longas do pínus, tanto branqueada quanto marrom. Ambas produzem papel Kraftliner, mas esta última produz com gramatura mais alta. A Máquina de Papel 28 terá 315 metros de extensão entre a caixa de entrada e a rebobinadeira, a qual será montada em um prédio de 400 metros de extensão, construído especificamente para ela. 

O pico das obras dessa segunda fase do Projeto Puma II ocorrerá entre outubro e novembro de 2022. “Estamos estimando em 450 funcionários de mão de obra direta e 80 de mão de obra indireta na montagem eletromecânica. Na construção civil, calculamos em torno de 120 funcionários de mão de obra direta e 40 de mão de obra indireta, totalizando 690 colaboradores”, detalha o gerente de projetos Marcos Breda. O total de trabalhadores em sua construção está estimado em 5 mil.

Companhia amplia lucro em 2022

A Klabin registrou, no primeiro trimestre deste ano, alta de 38% no EBITDA Ajustado (Lucro antes dos Juros, Impostos, Taxas, Depreciação e Amortização) na comparação com o mesmo período de 2021, excluídos efeitos não recorrentes, alcançando a marca de R$ 1,726 bilhão. Nos três primeiros meses do ano, o volume total de vendas, excluindo madeira, registrou 900 mil toneladas, com destaque para a venda de papéis, que obteve aumento de 24% no período, impulsionada pelo adicional advindo da máquina de papel 27 (MP27), primeira máquina do Projeto Puma II, em operação desde agosto de 2021. A receita líquida da Companhia totalizou R$ 4,422 bilhões no 1º trimestre de 2022, crescimento de 28% em relação ao mesmo período em 2021

Conteúdo de marca

Quero divulgar right