PUBLICIDADE

Alunos de Ortigueira realizam 'caça aos microrganismos'

Placas de Petri caseiras foram confeccionadas pelo 4º ano da Escola Rui Barbosa em trabalho que buscou identificar seres microscópicos em superfícies variadas do nosso cotidiano

Alunos colocaram 'a mão na massa' e ficaram fascinados com os resultados
Alunos colocaram 'a mão na massa' e ficaram fascinados com os resultados -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O 4º ano da Escola Municipal Rui Barbosa, na comunidade de Lajeado Bonito, em Ortigueira, da professora Denize Siderovitz, desenvolveu um amplo experimento e fez uma ‘caça aos microrganismos’, durante as aulas da disciplina de Ciências. A docente destaca os principais pontos do trabalho com ‘placas de Petri’ caseiras.

“O experimento foi realizado da seguinte maneira: colocamos em copos de plástico descartáveis uma substância feita com caldo de carne, água e gelatina incolor. Nessa substância, cada aluno passou um cotonete em diversos locais: maçaneta da porta, suporte de álcool gel, pia do banheiro, entre os dedos dos pés, corrimão, celular, moeda, etc.”, aponta a educadora.

Na sequência, os educandos passaram este mesmo cotonete, em forma de ‘zig zag’, no copo que continha a substância gelatinosa. Posteriormente, eles foram vedados com filme plástico e fita adesiva.

“Cada copo foi identificado e deixado em repouso por cinco dias em local fechado e longe da luz. Após cinco dias, os alunos puderam observá-los e ficaram fascinados ao perceberem a formação das placas de microrganismos em cada copo”, conclui Denize.

Acesse o blog escolar da Escola Rui Barbosa clicando aqui.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right