PUBLICIDADE

Daniel Milla destaca modernização da Câmara

O parlamentar encerra seu trabalho como presidente do Legislativo Municipal em 31 de dezembro e relembra as conquistas da Câmara de Ponta Grossa nos últimos anos

Daniel Milla, presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa até o fim deste ano
Daniel Milla, presidente da Câmara Municipal de Ponta Grossa até o fim deste ano -

Marcus Benedetti

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Após quatro anos na presidência da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG), o vereador Daniel Milla (PSD) encerra seus mandatos com conquistas importantes e com o reconhecimento de órgãos de fiscalização. Em entrevista ao Grupo aRede (Portal aRede e Jornal da Manhã), o parlamentar ressaltou o processo de modernização e informatização que a Casa de Leis passou durante seus anos na presidência - entre 2019 e 2022 - e destacou a experiência que adquiriu nesse período. A partir de 2023, o novo presidente será o atual vice, Filipe Chociai (PSD).

Entre as conquistas do Legislativo sob o comando de Milla está a colocação da Câmara de Ponta Grossa no ranking da transparência do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR). O ranking, divulgado no início deste mês, colocou a CMPG em 4º lugar das 399 cidades do Paraná e em 1º entre as grandes do Estado. 

“Nós atingimos 98,65% de transparência, mas são muitos critérios de avaliação e, às vezes, um simples erro de digitação fez com que não atingíssemos os 100%. Então, ficamos muito felizes com essa notícia porque esse foi um dos meus compromissos lá atrás, quando assumi a presidência da Câmara. Meu compromisso era, realmente, de modernizar, informatizar e tornar o Legislativo Municipal mais transparente e agora, entregando meu último mandato, tivemos essa excelente notícia”, afirmou Milla. 

Outro fator celebrado pelo parlamentar foi a aprovação das contas da Câmara Municipal, sem ressalvas, em avaliação realizada também pelo TCE-PR. Milla obteve essa conquista em três dos quatro anos em que esteve à frente da presidência, pois ainda não foi feita a avaliação das contas de 2022. “Uma das preocupações que todo gestor público tem é a aprovação de contas (...) Então, isso demonstra o zelo pelo dinheiro público, pela administração, que é o que o agente político tem a obrigação de fazer enquanto está no seu cargo”, ressaltou. 

Mudanças nos bastidores

Uma das principais mudanças realizadas por Milla enquanto presidente foi a digitalização de documentos e o fim dos votos nominais. Antes, os projetos eram distribuídos em papéis para os vereadores. Além disso, durante as discussões, corria-se o risco de haver algum voto combinado e prejudicar o andamento das votações. 

“Por conta dessas dificuldades, implantei essa modernização e também alteramos o regimento interno para deixar a Câmara mais transparente. A partir desse compromisso que assumimos com a população, essa transparência passou a dar mais credibilidade e celeridade nos processos internos. Além de que, diminuiu muito o número de papéis e impressões, o que também é uma questão de sustentabilidade”, lembrou Milla. 

Agora, Daniel Milla continua seu mandato como vereador até o final de 2024, mas atuando como vice-presidente do Legislativo Municipal. “Mantenho meu compromisso de trabalhar em prol da população e buscando fazer sempre o melhor para os ponta-grossenses”, finalizou.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE