PUBLICIDADE

PG inicia aplicação da ‘Pfizer Baby’ na sexta-feira

Vacinação de crianças de 6 meses a 2 anos de idade com comorbidades serão a prioridade no momento

As unidades de saúde referência serão Cyro de Lima Garcia, Luis Conrado Mansani e Rômulo Pazzinato
As unidades de saúde referência serão Cyro de Lima Garcia, Luis Conrado Mansani e Rômulo Pazzinato -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Prefeitura de Ponta Grossa vai iniciar na próxima sexta-feira (25) a campanha de vacinação da ‘Pfizer Baby’. Neste primeiro momento, a estratégia de vacinação contra a Covid-19 inicia com crianças de 6 meses a 2 anos de idade com comorbidade.

As unidades de saúde referência serão Cyro de Lima Garcia (Oficinas), Luis Conrado Mansani (Uvaranas) e Rômulo Pazzinato (Nova Rússia). O atendimento será das 08h30 às 12h00 e 13h00 às 16h30. Nesta sexta, dia 25, as três unidades irão funcionar até às 18h30 para o primeiro dia da ação.

Para a vacinação, os pais e ou responsáveis devem levar os documentos pessoais, um documento da criança e a declaração de comorbidades específicas se for acompanhado pela Unidade de Saúde ou atestado médico de comprovação de comorbidades.

O esquema vacinal básico para este público será de três doses, sendo que a 2ª dose deverá ser aplicada num intervalo de 28 dias após a 1ª. Já a 3ª dose deverá ser aplicada num intervalo de 56 dias após a 2ª. Crianças que fizerem 3 anos após o recebimento da 1ª dose deverão completar o ciclo vacinal com o mesmo imunizante.

A vacina que será utilizada é a Pfizer de tampa vinho, a única liberada para esta faixa etária até este momento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A vacina Pfizer Baby pode ser co-administrada junto com as demais vacinas de rotina do Calendário de Vacinação

Pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, do Ministério da Saúde, são consideradas comorbidades para vacinação as seguintes condições de saúde:

Diabetes

Pneumopatias crônicas graves

Hipertensão Arterial Resistente (HAR)

Hipertensão arterial - estágio 3

Hipertensão arterial – estágio 1 e 2, com lesão em órgão-alvo

Insuficiência cardíaca

Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar

Cardiopatia hipertensiva

Síndromes coronarianas

Valvopatias

Miocardiopatias e pericardiopatias

Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas

Arritmias cardíacas

Cardiopatias congênita

Pessoas com próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados

Doenças neurológicas crônicas

Doença renal crônica

Imunocomprometidos

Hemoglobinopatias graves

Obesidade mórbida

Síndrome de Down

Cirrose hepática

Transtorno do Espectro Autista (TEA)

As informações são de assessoria

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE