PUBLICIDADE

Urnas da UEPG passarão por 'Teste de Autenticidade' do TRE

Além de Ponta Grossa, Justiça Eleitoral fará testes em seções eleitorais nas cidades de Palmeira e Arapoti

Seções eleitorais da UEPG passarão pelo procedimento da Justiça Eleitoral
Seções eleitorais da UEPG passarão pelo procedimento da Justiça Eleitoral -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Neste sábado (01), a Comissão da Auditoria da Votação Eletrônica (CAVE) do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) realizou, no auditório do edifício-sede da Justiça Eleitoral, a cerimônia de sorteio e escolha das urnas eletrônicas que passarão pelo Teste de Integridade e pelo Teste de Autenticidade dos Sistemas. 

Na região dos Campos Gerais, urnas de três cidades passarão pelo Teste de Autenticidade: seções eleitorais no prédio da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) no campus central, além das Escolas Municipais Romana Carneiro (em Arapoti) e Eurides Teixeira (em Palmeira).

“Hoje realizamos o sorteio e a indicação das urnas que vão integrar os procedimentos de fiscalização e auditoria da urna eletrônica”, declarou a juíza de Direito Dra. Luciani de Lourdes Tesseroli Maronezi, presidente da CAVE. Ela explicou que o critério da escolha da PUCPR para a realização do Projeto-piloto do Teste de Integridade com Biometria foi por uma questão de logística e infraestrutura. “Teremos uma eleição tranquila primando pela transparência e lisura”, completou.

A procuradora eleitoral, Dra. Eloisa Helena Machado, afirmou que a Justiça Eleitoral além de dar conta de todo o processo eleitoral também prova que desenvolve um trabalho de forma idônea. “A Justiça está se adiantando a várias situações, dando mais transparência a todo o processo, chamando a sociedade para acompanhar os procedimentos”, disse. Ela também ressaltou a dedicação das servidoras e servidores da Comissão de Auditoria e de todas as pessoas envolvidas. 

Na abertura, o presidente do TRE-PR, desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura, reforçou que as eleições estão sendo conduzidas com muita motivação: “as pessoas não imaginam a engenharia que é realizar o processo eleitoral”. A seguir, exibiu um vídeo sobre os bastidores da preparação das eleições desde o início do ano. 

Neste sábado, as urnas sorteadas e escolhidas para o Teste de Integridade serão retiradas das seções eleitorais, onde já se encontrarão prontas para a eleição, e substituídas por outras com as mesmas informações. A votação nestes locais acontecerá normalmente. 

Equipes do TRE-PR estão a postos em cidades polo do estado para recolher por via terrestre os equipamentos que serão auditados. Conforme a necessidade, será usado deslocamento aéreo. Duas aeronaves da Receita Federal e uma da Polícia Rodoviária Federal foram disponibilizadas à Justiça Eleitoral.  

Ao chegarem a Curitiba, as urnas ficarão sob a guarda da Polícia Federal no edifício-sede do TRE-PR até o início do Teste de Integridade, no domingo, às 8h. O ambiente será totalmente filmado e transmitido pelo Canal do TRE-PR no YouTube, desde a chegada das urnas, neste sábado, até o encerramento da auditoria, no domingo, às 17h.

Auditorias

As auditorias acontecem neste domingo, 2 de outubro, das 8h às 17h: 27 urnas terão a captação e contagem de votos verificados no Teste de Integridade e oito passarão pelo Teste de Autenticidade do Sistema, no próprio local de votação, para verificar se o sistema da urna eletrônica é o mesmo autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  

O Teste de Integridade com 25 urnas eletrônicas acontecerá no edifício-sede do TRE-PR, realizado por servidoras e servidores do Poder Judiciário e Ministério Público. Outras duas urnas eletrônicas passarão pelo mesmo teste na Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), dentro do Projeto-Piloto com Biometria.

As informações são de assessoria

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE