PUBLICIDADE

Delegado apresenta mais informações sobre morte envolvendo PM

Policial Militar é investigado em caso de homicídio; jovem de 24 anos foi morto no domingo (28)

VÍDEO
Delegado da 13ª Subdivisão Policial, Derick Moura Jorge, se pronunciou a respeito das investigações | Autor: Divulgação

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Delegado da 13ª Subdivisão Policial, Derick Moura Jorge, se pronunciou a respeito das investigações referentes à morte do jovem Wanderson Silva, de 24 anos. O homicídio ocorreu durante a madrugada de domingo (28), no Distrito Industrial de Ponta Grossa. O principal suspeito é um soldado da Polícia Militar, de 31 anos, que se apresentou à delegacia horas depois da ocorrência, acompanhado de um advogado. De maneira espontânea, o polical também entregou a arma de fogo, que deve passar por exames periciais.

O policial alega que, inicialmente, Wanderson teria investido contra ele com uma garrafa. O golpe o teria atingido na região da cabeça. Neste momento, o policial teria sacado a arma e atirado contra o rapaz. O autor do disparo afirma não ter ficado no local para prestar socorro, pois também necessitou de atendimento. Informações apuradas pelo Portal aRede apontam que a situação ocorreu durante uma confraternização. O delegado detalhou quais serão os próximos passos. “Em razão da apresentação espontânea na delegacia, o policial não foi preso em flagrante, uma vez que a legislação veda a prisão nestes casos”, explicou. 

A partir de agora, será instaurado um inquérito policial  pelo setor de homicídios. “Foram adotadas as providências cabíveis iniciais quanto ao caso, incluindo acionamento do Instituto Médico Legal e do Instituto de Criminalística, bem como a indicação de possíveis testeunhas que tenham presenciado os fatos. (...) Serão verificadas as informações coletadas, bem como a veracidade da versão apresentada pelo policial”, concluiu Derick.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE