Comércio de PG tem a maior alta do PR no Dia das Mães

Comércio de Ponta Grossa apresentou crescimento de 14,4% nas vendas, em relação a 2021. Quase 40% das lojas venderam mais

Na comparação com 2021, ainda com a pandemia, vendas cresceram em todo o Estad
Na comparação com 2021, ainda com a pandemia, vendas cresceram em todo o Estad -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Comércio de Ponta Grossa apresentou crescimento de 14,4% nas vendas, em relação a 2021.  Quase 40% das lojas venderam mais

As vendas do comércio de Ponta Grossa para o Dia das Mães teve o maior crescimento entre as maiores regiões do Paraná neste ano de 2022. É isso que mostra a pesquisa contratada pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), realizada pela Datacenso nesta terça-feira, 10 de maio. De acordo com a pesquisa, que ouviu mais de 500 empresários nas regiões de Curitiba e Região Metropolitana, Londrina, Maringá, Cascavel, Guarapuava, Ponta Grossa e Francisco Beltrão, o maior crescimento nas vendas, na casa dos 14,4%, na comparação com 2021, foi registrado na principal cidade da região dos Campos Gerais. A média estadual foi de um crescimento de 10,9%.

Depois de Ponta Grossa, o melhor desempenho foi apresentado em Cascavel, onde a alta foi de 14,2%. Na sequência, acima da média estadual, apareceram Francisco Beltrão, com 12,8%, e Guarapuava, com 11,7%. Abaixo da média estadual apareceram Maringá, onde houve alta de 9,2 %, e Curitiba e Região Metropolitana, na casa de 7,5%. O pior desempenho foi registrado em Londrina, onde o crescimento foi de 7,15%.

De acordo com as pesquisas, a maior parte dos empresários da cidade vendeu igual, na comparação com 2021, totalizando 42% deles. Por outro lado, 39% deles asseguraram que venderam mais em 2022 do que em 2021; e outros 18% afirmaram que venderam menos neste ano do que em 2021.

Para a diretora de comércio da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (Acipg), Flávia Barrichello, embora seja positivo ter crescimento, é uma alta registrada sobre um ano que teve as vendas afetadas pela pandemia, o que não traduz o volume médio real de vendas. “Realmente houve um crescimento em relação a 2021. É claro que temos que ficar felizes, mas tendo em vista que no ano passado estávamos em um período de pandemia, quando os números foram fracos, não vejo muito a se comemorar, tendo em vista que a base foi o ano passado. Para se pensar em base de crescimento, temos que pensar em 2019, que foi o último ano antes da pandemia – e não existe nenhum estudo formado em relação à base desse ano”, completou Flávia.

Alta nas vendas demonstra a retomada do setor

Para o CEO do Grupo Datacenso, Claudio Shimoyama, o resultado positivo, com alta média no Paraná de quase 11%, confirma o aquecimento das vendas e a retomada do comércio. Para ele, as vendas do Dia das Mães de 2022 pode ser um bom indicador para o comportamento do comércio no restante do ano. O objetivo da pesquisa, informou a Faciap e a Datacenso, foi comprovar a impressão dos empresários neste cenário de expansão da atividade comercial e de expectativas com relação à retomada da economia.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right