Pastoral da Sobriedade terá grupo de autoajuda na Catedral

"As reuniões do grupo de autoajuda da Catedral serão presenciais, realizadas na casa paroquial, todas às quartas-feiras" diz Claudimar Barbosa, coordenador diocesano da Pastoral da Sobriedade.

Último curso de formação de novos agentes, em maio de 2019
Último curso de formação de novos agentes, em maio de 2019 -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

"As reuniões do grupo de autoajuda da Catedral serão presenciais, realizadas na casa paroquial, todas às quartas-feiras" diz Claudimar Barbosa, coordenador diocesano da Pastoral da Sobriedade. 

Foi na 36ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, realizada em Itaici (SP), de 22 de abril a 1º de maio de 1998, que Dom Irineu Danelon propôs uma ação articulada na Igreja na prevenção e na recuperação da dependência química e outras dependências. Assim foi implantada a Pastoral da Sobriedade. Na Diocese de Ponta Grossa, hoje, existem três grupos de autoajuda ligados à Pastoral. O mais recente deles foi criado no último dia 30, na Paróquia/Catedral Sant’Ana. 

A Pastoral da Sobriedade tem por objetivo atuar em cinco frentes: prevenção, recuperação, intervenção, reinserção familiar e social, e a atuação política. De acordo com o coordenador diocesano da Pastoral, Claudimar Barbosa, as reuniões do grupo de autoajuda da Catedral serão presenciais, realizadas na casa paroquial, todas às quartas-feiras. "O grupo de autoajuda é a metodologia adotada pela Pastoral para tratamento das dependências e onde as pessoas aprendem a lidar e a resolver os problemas através de ajuda mútua. As reuniões públicas foram suspensas devido a pandemia. Tínhamos dois grupos paroquiais. Um na Capela São Martinho de Lima, da Paróquia Santo Antônio; e outro na Casa Geral da Copiosa Redenção, em Uvaranas. Agora, somente na Comunidade Padre Wilton, em Uvaia, em Ponta Grossa, e, na Comunidade Rainha da Paz, em Catanduvas, em Carambeí", comenta Barbosa.

Ainda segundo ele, a coordenação dos grupos de autoajuda cabe aos agentes, que participam de Cursos de Formação de Novos Agentes, oferecidos pela coordenação diocesana, com a aprovação da coordenação regional da Pastoral da Sobriedade. O grupo da Catedral deve receber, semanalmente, de 20 a 25 pessoas, entre dependentes e familiares, informa Claudimar Barbosa. A criação do grupo de autoajuda ficou decidida depois de conversa entre o coordenador diocesano, a coordenadora paroquial, Alexandra Stravatti, e o pároco, padre Antônio Ivan Campos. No dia 30, foi conhecido o espaço que sediará os encontros.

A Pastoral da Sobriedade é uma resposta da Igreja para o problema da drogadição, que afeta direta e indiretamente 25% da população. "Por isso, o grupo de autoajuda acolhe dependentes químicos de álcool e outras drogas, e seus familiares, os codependentes, para refletir, semanalmente, sobre os 12 Passos do Programa de Vida Nova, de acordo com o Calendário Nacional, aprovado pela coordenação nacional", ressalta o coordenador diocesano. Atualmente, a Pastoral está presente em mais de 160 dioceses, em todas as regiões do Brasil, atingindo cerca de 6 milhões de pessoas.

Da assessoria

Conteúdo de marca

Quero divulgar right