Censo Agropecuário mostra alta nas atividades no Paraná

Estado lidera a cadeia produtiva de aves e mantém uma das agriculturas mais diversificadas no Brasil 


O Paraná mantém crescimento vertiginoso e diversificado no agronegócio, com margem para ampliar ainda mais o faturamento e a geração de emprego a partir da industrialização, segundo dados do Censo Agropecuário 2017, apresentado nesta sexta-feira (25) para todo o País no Palácio Iguaçu, em Curitiba.

O recorte do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra o Estado entre os cinco maiores produtores do Brasil, na disputa pela liderança em segmentos importantes como soja, milho e suinocultura, e em primeiro lugar na avicultura. “A nossa agricultura tem produzido em escala e com qualidade mesmo em espaço reduzido”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Ele destacou que o agronegócio é a principal matriz econômica do Paraná e que o Estado produz de maneira diversificada e estratégica. “Nós ainda concentramos 85% da produção em pequenas propriedades, onde a agricultura familiar é muito forte”, afirmou.

Segundo o governador, apesar dos dados mostrarem que esse segmento registrou perdas nos últimos dez anos, o Paraná quer estimular a manutenção do jovem no campo e para isso há uma série de iniciativas nas áreas de tecnologia, infraestrutura e comunicações. “O desafio é manter a atratividade dos negócios para as novas gerações”, ressaltou.

Parte desse movimento é o incentivo de industrialização do agronegócio. Para Ratinho Junior, os investimentos nessa área farão do Paraná e do Brasil atores ainda mais relevantes no jogo geopolítico. “O próximo ciclo é o da industrialização. Os agricultores têm deixado a enxada pela tecnologia, pelos smartphones e drones. Nós temos incentivado o cooperativismo e realizamos investimentos na rede trifásica de energia para manter uma agricultura forte e diversificada, capaz de gerar ainda mais renda”, pontuou.

Norberto Ortigara, secretário estadual de Agricultura e do Abastecimento, complementou que o agronegócio paranaense cresceu nas últimas décadas mesmo diante de oscilações na economia.


Área teve crescimento de 5,8%

O Censo 2017 contou 5.073.324 estabelecimentos agropecuários no Brasil, com redução de 2% em relação ao estudo de 2006, mas a área dos estabelecimentos cresceu 5,8% no período e chegou a 351.289.816 hectares. Com exceção do Nordeste, houve aumento de área em todas as regiões. No Sul, esse aumento ocorreu mesmo com a queda no número de estabelecimentos. O estudo mostrou queda no número de trabalhadores e aumento de tratores nos estabelecimentos agropecuários (49,9%), ou 409.189 unidades a mais em relação a 2006.

Artista de PG cria tirinhas de herói brasileiro na pandemia

Artista de PG cria tirinhas de herói brasileiro na pandemia...

Programa ‘Destaque’ recebe artistas nacionais em PG

Programa ‘Destaque’ recebe artistas nacionais em PG...

Oficinas terá abastecimento de água interrompido nesta quarta

Oficinas terá abastecimento de água interrompido nesta quarta...

Florenal Zero Hora atende do café da manhã ao jantar

Florenal Zero Hora atende do café da manhã ao jantar...

PR ultrapassa 5 mil casos de Covid-19 e registra 199 óbitos

PR ultrapassa 5 mil casos de Covid-19 e registra 199 óbitos...

Coca-Cola doa 24 mil garrafas de água para HU

Coca-Cola doa 24 mil garrafas de água para HU...

CCR RodoNorte libera mais 7 km na duplicação da Rodovia do Café

CCR RodoNorte libera mais 7 km na duplicação da Rodovia do Café...

Confira seu horóscopo para esta Quarta-feira (03/06)

Confira seu horóscopo para esta Quarta-feira (03/06)...

Confira a Coluna RC desta Quarta-Feira (03-06)

Confira a Coluna RC desta Quarta-Feira (03-06)...

Os dois extremos da pandemia

Os dois extremos da pandemia...

Charge da edição desta quarta-feira (03/06/2020) do JM

Charge da edição desta quarta-feira (03/06/2020) do JM...

Segurados do INSS e a correção de vínculos trabalhistas em tempos de pandemia

Segurados do INSS e a correção de vínculos trabalhistas em tempos de pandemia...

Dólar tem maior queda diária em dois anos e fecha a R$ 5,21

Dólar tem maior queda diária em dois anos e fecha a R$ 5,21...

São João, aqueça nossos corações!

São João, aqueça nossos corações!...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS