OAB-PR ingressa com ação contra o INSS por falhas em atendimentos

Desde o ano passado, mais de 2 milhões de pessoas enfrentam problemas para conseguir atendimento do INSS

A diretoria da OAB Paraná levará ao Conselho Pleno da instituição um pedido de autorização para ingresso de ação contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Desde o ano passado, mais de 2 milhões de pessoas enfrentam problemas para conseguir atendimento do INSS e obter benefícios como salário-maternidade, auxílio-doença, pensão por morte e aposentadoria.

Milhares de advogados que atuam na área têm encontrado dificuldades diante da instabilidade e da demora nas repostas dos requerimentos realizados. “É uma situação insustentável”, frisou o presidente da seccional Cássio Telles, em reunião realizada na tarde desta quarta-feira (5) com o presidente da Comissão de Direito Previdenciário da OAB Paraná, Leandro Pereira, e a advogada Rosi de Oliveira Dequech.

“Já existe uma minuta de petição pronta que será levada à próxima sessão do Conselho Pleno, agendada para o dia 14 de fevereiro. Também junto ao Conselho Federal da OAB, a seccional paranaense está subsidiando estudos para o ajuizamento de uma Ação Civil Pública”, esclarece Cássio Telles.


Caos

A situação é resultado de uma combinação de fatores, entre elas a falta de servidores, que já vinha sendo anunciada pelo Tribunal de Contas da União desde 2014 (acordão 1795/2014). De acordo com Leandro Pereira, mais de 60% dos servidores do INSS se aposentaram nos últimos meses. Em Curitiba, por exemplo, a Agência do INSS localizada na Praça Santos Andrade, no Centro da Capital, está fechada.

Segundo Pereira, o gargalo está sistema de análise de benefícios. Há protocolos de benefícios previdenciários e assistenciais, bem como de recursos e pedidos de revisões previdenciárias que ultrapassam em muito o prazo legal. Em muitos casos, os prazos extrapolam mais de um ano sem nenhuma decisão. Há situações em que o benefício foi concedido, entretanto não foi implantado.

“O setor de concessão de benefícios está parado em virtude da falta de servidores para analisar os benefícios. Além disso, o sistema de processo administrativo do INSS não está funcionando em virtude da implantação de novos sistemas.  Nem mesmo acordos na Justiça têm sido cumpridos”, esclarece.

“Diante do caos, a Ordem vai judicializar e pretende obter uma tutela judicial para que o poder público volte a funcionar. Isso decorre de falta de investimentos, de funcionários, estrutura, previsão sobre a demanda”, frisou Cássio Telles.


Alertas

A OAB Paraná vem apontando há anos os reflexos negativos falta de servidores na tramitação de processos no Paraná. Em fevereiro de 2018 a seccional oficiou a Presidência do INSS e a Superintendência Regional do INSS para apurar informações sobre a quantidade de processos em trâmite e o efetivo necessário para atender às demandas. À época, a Gerência Executiva de Curitiba acumula cerca de 30 mil processos parados e uma agenda de mais de um ano para a análise do benefício.

“Infelizmente, diante desse caos no qual sociedade, servidores e advogados são vítimas de um sucateamento previsto, esperamos que o judiciário garanta a dignidade às pessoas que precisam muitas vezes de um benefício para sobreviver”, destacou Leandro Pereira.

A seccional alertou para o Relatório do TCU, que apontava que 26% dos 39.392 servidores ativos do INSS possuíam condições de aposentadoria e estavam usufruindo de abono permanência. A perspectiva à época era que mais de 10 mil servidores se aposentassem até o final do ano (relembre aqui).

Em janeiro de 2020, a OAB Nacional, através da Comissão Especial de Direito Previdenciário, encaminhou um ofício ao INSS solicitando informações e a adoção de providências urgentes para a correção de falhas no atendimento dos cidadãos que deram entrada em pedidos de aposentadoria e de benefícios sociais.

Com informações da OAB Paraná.

Capa da edição desta sexta-feira (07/02/2020) do JM

Capa da edição desta sexta-feira (07/02/2020) do JM...

Sebrae apresenta plano de inovação à construção civil

Sebrae apresenta plano de inovação à construção civil...

Receita Estadual realiza operação contra sonegação

Receita Estadual realiza operação contra sonegação...

Cesta básica consome metade do salário mínimo em PG

Cesta básica consome metade do salário mínimo em PG...

Globo garante que ainda tem nos filmes um grande negócio

Globo garante que ainda tem nos filmes um grande negócio...

Cocari iniciará operações em PG neste mês

Cocari iniciará operações em PG neste mês...

Combustível está muito caro

Combustível está muito caro...

Preço da gasolina em PG cai 3,4% em uma semana

Preço da gasolina em PG cai 3,4% em uma semana...

Capa da edição desta quinta-feira (06/02/2020) do JM

Capa da edição desta quinta-feira (06/02/2020) do JM...

Prevenção da gravidez na adolescência

Prevenção da gravidez na adolescência...

Ambev reduz emissão de 145 toneladas de CO2 em PG

Ambev reduz emissão de 145 toneladas de CO2 em PG...

Palladium inicia 'Grande Queima' nesta quinta-feira

Palladium inicia 'Grande Queima' nesta quinta-feira...

Copom reduz Selic a 4,25% ao ano, menor nível da história

Copom reduz Selic a 4,25% ao ano, menor nível da história...

Trabalhador é atingido por raio em Uvaranas

Trabalhador é atingido por raio em Uvaranas...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS