Museu Campos Gerais reabre nesta sexta-feira

Agenda do espaço prevê ações pedagógicas para as escolas e atividades culturais permanentes

A Pró-reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) reabre esta semana o Museu Campos Gerais (MCG). A apresentação para a imprensa e servidores da instituição acontece na sexta-feira (12), às 9h. Já a cerimônia com autoridades e abertura ao público inicia às 19h. No fim de semana, o museu permanece aberto no sábado (13), das 9h às 11h45 e das 13h30 às 17h, e no domingo (14), o horário é das 13h30 às 17h.

Com entrada gratuita, a agenda do MCG depois da inauguração prevê monitorias e ações pedagógicas para as escolas e atividades culturais permanentes como o lançamento de livros e projetos, palestras, atividades literárias, musicais e teatrais, além de exibição de filmes e realização de júris simulados. “Pretendemos abrir pontualmente aos domingos, feriados e horários noturnos”, explica o diretor do MCG, Niltonci Chaves. Segundo Chaves, “o Museu vai organizar exposições mais atrativas ao público e pretende, a médio e longo prazo, inserir os Campos Gerais no circuito de museus e espaços culturais de visitação e memória”.

O MCG será inaugurado sob nova linguagem visual. “As mudanças estruturais e a criação de uma nova marca, refletem numa virada conceitual que promete o tornar um espaço cultural mais atraente e atuante”, afirma a Pró-reitora de Extensão, Cloris Regina Blanski Grden.


Exposições

Rafael Schoenherr, diretor de acervos, explica que a reabertura está organizada em quatro exposições. A mostra principal 'Paraná: a fotografia de Orlando Azevedo' traz imagens do estado captadas pelo fotógrafo português que fixou residência em Curitiba na década de 1960. São aproximadamente 40 fotografias que registram a paisagem natural e cultural do litoral, dos Campos Gerais e Norte Pioneiro. “As fotos permitem inclusive extrapolar tais demarcações, por vezes científicas, por vezes arbitrárias, e projetar amplos espaços de contiguidade e diferenças que fazem o Paraná”, afirma Patricia Camera Varella, diretora de ação educativa.

'Linotipo: a imprensa nos tempos de Hugo Reis' é uma exposição que reúne o acervo do jornalista, referência na imprensa local nas primeiras décadas do século XX. A exposição 'Intelectualidades: a trajetória de Wilson Martins' está ambientada no escritório onde o intelectual produziu sua obra mais conhecida, 'A História da Inteligência Brasileira'.

A exposição 'Salus: Histórias da Saúde' reproduz um consultório odontológico e uma farmácia do início do século XX. Reúne objetos do cotidiano de dentistas, farmacêuticos, médicos e enfermeiros. Documentos do ex-professor Gabriel de Paula Machado, ligado ao curso de Farmácia e Bioquímica da UEPG, falecido em 2017, também integram a mostra. Outro bloco da exposição, organizado a partir do acervo da enfermeira Wanda Aguiar Horta, considerada pioneira na área, será inaugurado em 13 de maio.

O espaço da recepção foi reformulado e deve abrigar exposições itinerantes de fotos ou artes visuais, com participação de artistas locais e de outros estados. Para tudo isso, houve investimento em iluminação, expositores e mobiliário. A equipe do Museu Campos Gerais já trabalha com uma agenda de exposições para o ano, com previsões inclusive para novembro.

O diretor do MCG lembra que a reestruturação aconteceu na sede do antigo 'Banestado', localizada na esquina entre as ruas Engenheiro Schamber e XV de Novembro e que hoje abriga o museu. “O prédio do antigo Fórum de Ponta Grossa, na esquina com Marechal Deodoro, que abrigou o MCG de 1983 a 2003, permanecerá fechado”, alerta. A edificação de 1928, tombada pela Coordenadoria do Patrimônio Cultural do Paraná em 1990, precisa ser restaurada para que haja condições seguras de visitação. A UEPG disputa um edital do Ministério da Justiça no valor de R$ 11 milhões para restauro do prédio.


Reforma física e mudança conceitual

Com a reforma, a administração e a reserva técnica do Museu passaram para o segundo andar do prédio. Cerca de 13 mil peças, que em parte estavam depositadas no subsolo, foram organizadas em exposições no primeiro piso, que também inclui um local destinado a pesquisadores.

A equipe técnica criou espaços que homenageiam figuras cujas trajetórias se relacionam com a cidade e a região. A sala principal recebeu o nome de Salão Saint-Hilaire, viajante francês que passou pela região na década de 1820 e registrou os Campos Gerais como “Paraíso Terrestre do Brasil”. “A novidade para este salão principal é a rotatividade. Vamos trazer exposições de outros museus, de outras cidades e estados”, afirma o diretor.

Rafael Schoenherr explica que o segundo espaço de exposições está fundamentado mais nas peças e móveis do acervo próprio. “Existem objetos que ajudam a contar a história de profissionais e intelectuais, por exemplo, que constavam no acervo e nunca foram expostos dessa forma”, diz Schoenherr.

O Espaço Cultural Jean Baptiste Debret, que será reaberto até o início de 2020, homenageia outro viajante francês que passou pela região na década de 1820. Debret pintou, em 1827, a primeira paisagem urbana de Ponta Grossa. O salão Debret receberá exposições temporárias, atividades culturais e ações pedagógicas para visitantes de escolas e universidades. Os Arquivos Históricos Hugo Reis reúnem documentos do intelectual carioca que veio para Ponta Grossa e fez história como principal jornalista local nas primeiras décadas do século 20, e que teve grande influência cultural e política na cidade naquele período.

O Auditório Brasil Pinheiro Machado, que passa por reestruturação e será reaberto nos próximos meses, homenageia o escritor, professor, advogado e político que marcou a vida ponta-grossense na primeira metade do século XX. A estrutura do auditório compunha, originalmente, a sala do tribunal do júri do primeiro Fórum de Ponta Grossa e será utilizada para exibição de filmes, documentários e debates.


Doações e parcerias

Desde setembro, o MCG recebeu uma série de doações: documentos de lideranças políticas locais, objetos de diversas naturezas, acervos fotográficos e audiovisuais  que ajudam a contar parte da história local/regional. “Para citar alguns exemplos, recebemos também o acervo do Foto Cine Clube Vila Velha, de Wilson Martins e da família Carvalho, em especial de José Pedro da Silva Carvalho”, conta Chaves.

Cloris Grden destaca as parcerias com a Fundação de Cultura de Ponta Grossa e Casa da Memória Paraná, que têm repassado acervos para digitalização. “Em outra frente, propusemos à Associação dos Municípios dos Campos Gerais, por meio de seu Núcleo de Cultura, a criação de uma entidade que congregue os museus, casas da memória e centros documentais de toda a região”, complementa a pró-reitora. Outra parceria técnica é com o Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina, que resultou na vinda do professor Sérgio Sakakibara, um dos grandes especialistas brasileiros em catalogação, digitalização e conservação de acervos fotográficos.


Memórias Digitais  

O projeto de digitalização de acervos da UEPG existe há 4 anos. A chegada de novos scanners e computadores há três meses, além da organização de uma equipe de digitalização, permitiu um incremento no processo. “A grande contribuição nesse sentido é a democratização do acesso e a preservação analógica da informação”, diz Rafael Schoenherr. Ele complementa que, mais do que simples passagem de suporte físico para o virtual, o processo de digitalização em curso no Museu se pauta na disponibilização de acervos para consulta pública e livre dos documentos por meio da plataforma digital memoriasdigitais.uepg.br
.

A digitalização permite que documentos possam ser aplicados ao Sistema Optical Caracter Recognition (OCR). Nesse formato, a imagem é lida como texto, o que otimiza o processo de pesquisa. O acervo digitalizado inclui “O Tapejara”, jornal do Centro Cultural Euclides da Cunha; cadernos de fotografia do Foto Bianchi; acervos documentais do professor Gabriel de Paula Machado e do jornalista Hugo Reis. “Digitalizamos os primeiros números do jornal O Progresso - Diário dos Campos (1909-1924)”, destaca o Schoenherr.


Ações educativas

Outra inovação do MCG é a integração de pesquisas de iniciação científica desenvolvidas por professores de diversos cursos da Universidade. “Algumas pesquisas estão centradas em ações de mediação entre a escola e a universidade”, afirma Patricia Camera. “Trabalhamos com a ideia de ‘museu em transformação’, que se entende como ‘em desenvolvimento’ e que portanto precisa ser retrabalhado em suas coleções, exposições e interações com a sociedade”, conclui. Gradativamente, a equipe técnica do Museu espera que o espaço gere pesquisas de iniciação científica, mestrado e doutorado em articulação a exposições. 


Com informações da Assessoria de Imprensa

Confira a coluna RC desta Terça-feira (10/03)

Confira a coluna RC desta Terça-feira (10/03)...

Confira seu horóscopo para esta Terça-feira (10/03)

Confira seu horóscopo para esta Terça-feira (10/03)...

Telejornal da Rede TV! perde com sorteios no meio

Telejornal da Rede TV! perde com sorteios no meio...

Ruas de PG recebem obras de revitalização de asfalto

Ruas de PG recebem obras de revitalização de asfalto...

Ponta Grossa registra quatro casos suspeitos de Coronavírus

Ponta Grossa registra quatro casos suspeitos de Coronavírus...

Ibovespa acumula queda de 23% e dólar chega a R$ 4,72

Ibovespa acumula queda de 23% e dólar chega a R$ 4,72...

Capa do JM desta terça-feira (10/03/2020)

Capa do JM desta terça-feira (10/03/2020)...

Charge do JM deste dia 10/03/2020

Charge do JM deste dia 10/03/2020...

316 anos de desenvolvimento

316 anos de desenvolvimento...

Prazo para pagamento do IPTU à vista é prorrogado para 20 de março

Prazo para pagamento do IPTU à vista é prorrogado para 20 de março...

Consulta Pública vai debater pavimentação entre Imbaú e Reserva

Consulta Pública vai debater pavimentação entre Imbaú e Reserva...

Consulta Pública vai debater pavimentação entre Imbaú e Reserva

Consulta Pública vai debater pavimentação entre Imbaú e Reserva...

Confira seu horóscopo para esta Segunda-feira (09/03)

Confira seu horóscopo para esta Segunda-feira (09/03)...

Confira seu horóscopo para este Domingo (06/03)

Confira seu horóscopo para este Domingo (06/03)...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS