PUBLICIDADE

Deschamps diz que França chega sem grandes preocupações à decisão

Técnico francês afirma não temer apoio da torcida argentina no estádio

As equipes se enfrentam, a partir das 12h (horário do Brasília) de domingo (18) no Estádio de Lusail
As equipes se enfrentam, a partir das 12h (horário do Brasília) de domingo (18) no Estádio de Lusail -

Agência Brasil

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O técnico da França, o ex-jogador Didier Deschamps, afirmou, em entrevista coletiva neste sábado (17), que chega à final da Copa do Catar contra a Argentina sem grandes preocupações, mas com o claro objetivo de conquistar o título. As equipes se enfrentam, a partir das 12h (horário do Brasília) de domingo (18) no Estádio de Lusail.

“Não tenho preocupações, não tenho stress, o importante na preparação para um jogo destes é manter a calma. Qualquer final, ainda mais de uma Copa do Mundo, inclui a partida, mas também um contexto particular. O objetivo é conseguir mais um título, vamos fazer de tudo para conseguir o que queremos”, declarou o treinador, que também levou a França ao título mundial em 2018, na Rússia.

Porém, Scaloni sabe que terá um desafio extra na final do próximo domingo, o apoio dos apaixonados torcedores argentinos no estádio (milhares de torcedores chegaram ao Catar nos últimos dias para acompanharem a decisão): “Estou ciente de que esta seleção argentina tem um apoio popular muito forte. Obviamente, o estádio amanhã será majoritariamente de torcedores argentinos. Espero um clima festivo, os argentinos são um povo apaixonado, totalmente a favor de sua equipe. Dá uma atmosfera festiva, positiva, eles cantam muito, são muito expressivos. É bom ter esse clima para uma partida dessas porque é uma final de Copa do Mundo, mas nossos adversários não estão nas arquibancadas, os únicos que temos estarão em campo”.

Já o capitão da França, o goleiro Hugo Lloris, falou do apoio que a equipe argentina tem recebido de torcedores de outros países por causa do craque Lionel Messi, que provavelmente fará a última apresentação pela seleção da Argentina: “Faremos tudo e daremos tudo para sairmos vitoriosos desta batalha final. Sabemos o que Leo Messi representa na história do nosso esporte, mas acima de tudo será uma partida entre a seleção francesa e a seleção argentina. Existem jogadores de futebol adversários muito bons, com um estado de espírito real. Eles são grandes concorrentes. Tem tudo para ser um grande jogo”.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE