PUBLICIDADE

Traficante foi submetido a ‘tribunal do crime’ na região de Curitiba

Segundo as investigações, a vítima não teria pago o que devia a um grupo criminoso

A morte motivou a operação realizada no Condomínio das Flores
A morte motivou a operação realizada no Condomínio das Flores -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A morte de Leandro Rogge Silveira, de 37 anos, motivou a operação realizada no Condomínio das Flores, antigo Serra do Mar, no bairro Riacho Doce, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na manhã desta quarta-feira (21). Segundo as investigações, o homem foi submetido a um 'tribunal do tráfico' porque não pagou o que devia a um grupo criminoso.

Segundo as investigações, Leandro era traficante de drogas e atuava no bairro Capão Raso, em Curitiba. Ele teria vendido cocaína que seria de propriedade de uma facção criminosa conhecida como “primeiro comando da capital – PCC” e não teria pago a este grupo criminoso.

Por conta disso, o homem foi sequestrado, levado ao então Condomínio Serra do Mar e foi submetido a um “tribunal do tráfico”, sendo acusado, julgado e executado por integrantes da mesma facção. Após o crime, o corpo foi jogado em um matagal no bairro Rio Pequeno, em SJP.

Leia mais no portal Banda B

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE