PUBLICIDADE

Estado garante execução das obras na BR-277

Sondagens já estão sendo realizadas para determinar os serviços necessários para reforma da encosta no km 39 e km 41 da rodovia

Trechos da BR-277 foram atingidos por escorregamento de terra devido às chuvas recentes
Trechos da BR-277 foram atingidos por escorregamento de terra devido às chuvas recentes -

Naiane Jagnow

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) anunciou nesta sexta-feira (16) um termo de compromisso com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para assumir integralmente a execução das obras de contenção de talude no km 39 e km 41 da BR-277, no Litoral, atingidos por escorregamento de terra devido às chuvas recentes.

Equipes do DER/PR estão realizando sondagens no trecho para elaborar um diagnóstico dos serviços que serão necessários, tendo como prioridade a liberação de mais faixas de rolamento, melhorando o tráfego de veículos e reduzindo as longas filas que estão se formando devido ao bloqueio. 

O cronograma irá depender das condições climáticas, com a continuidade das chuvas atrapalhando o andamento dos serviços. Boletins informativos deverão ser divulgados com atualizações sobre essa intervenção. O orçamento final ainda não está concluído.

“Nossa prioridade neste momento é dar trafegabilidade à rodovia. Esses escorregamentos necessitam de obras complexas, mas já estamos avaliando a melhor maneira de iniciar essas intervenções e liberar pelo menos mais uma faixa de rolamento, garantindo mais fluidez ao trânsito”, afirmou o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Fernando Furiatti.

“Estamos inclusive discutindo tecnicamente com o Dnit quanto à possibilidade de substituição dos equipamentos que eles estão usando na obra do km 42, tirar os guindastes de lá e utilizar andaimes, garantindo que todo o trecho bloqueado opere com essa faixa a mais”, disse Furiatti.

A sinalização do trecho será reforçada, com painéis de mensagens variáveis, cones e iluminação noturna, e há previsão de implantar faixas reversíveis no trecho, com o sentido do tráfego da faixa sendo invertido para atender a demanda maior.

“Teremos três entidades envolvidas nessa operação, o Dnit realizando a obra no km 42, o DER que vai começar a obra no km 39 e km 41, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), colaborando com o fluxo. Todas as ações precisam ser realizadas em harmonia para garantir essa nova liberação do tráfego”, explicou o diretor-geral do DER/PR, Alexandre Castro Fernandes.

Rodovia Federal

A BR-277 é uma rodovia federal, que voltou a ser administrada pelo Dnit desde o término das concessões do Anel de Integração, em novembro de 2021. Cabe ao órgão federal realizar monitoramentos das condições da rodovia, bem como a execução de serviços de conservação e obras. Somente após assinatura deste termo de compromisso será possível a intervenção do DER/PR na rodovia, nestes dois pontos específicos, para realização das obras de recuperação da encosta.

Parceria semelhante permite a atuação do DER/PR com serviços de guincho mecânico leves e pesados em todas as rodovias federais do antigo Anel de Integração, além das rodovias estaduais.

Também é realizada a inspeção de tráfego, com veículos do DER/PR percorrendo todo o antigo Anel de Integração até três vezes por dia, verificando a necessidade de assistência aos usuários, inspecionando as pistas e participando ativamente na ocorrência de neblina, incêndios, acidentes e outras situações, providenciando sinalização de emergência, desvios de tráfego e demais apoios.

Usuários podem acionar o Centro de Operações Integradas (COI) do DER/PR para relatar qualquer situação semelhante, pelo telefone 0800-400-0404, disponível gratuitamente 24h por dia, inclusive finais de semana e feriados.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE