PUBLICIDADE

Acusado de matar mulher a marteladas é condenado a 15 anos

Rafaela Maesta de Lima, morta a marteladas pelo ex-marido, deixou 5 filhos; defesa do réu estuda entrar com recurso

Rafaela Maestra de Lima foi encontrada morta dentro de um sofá
Rafaela Maestra de Lima foi encontrada morta dentro de um sofá -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Justiça condenou, nesta terça-feira (16), Jeferson Batista de Medeiros a 15 anos de prisão. Ele é acusado de matar a ex-mulher Rafaela Maestra de Lima a marteladas e esconder o corpo dela no interior de um sofá, em setembro do ano passado, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

À Banda B, o advogado de defesa do réu, Diego Sakakibara, afirmou que a tese de impossibilidade de defesa da vítima, de 27 anos, não foi sustentada pelo Ministério Público. No entanto, outra qualificadora foi mantida.

“Fica mantida apenas a qualificadora de meio cruel. Entende-se que a pena de 15 anos aplicada foi razoável por conta da modalidade do crime. Porém, iremos conversar com o réu sobre um possível recurso por conta da votação dos jurados ser contrária às provas dos autos”, disse o advogado.

Rafaela Maestra de Lima foi encontrada morta dentro de um sofá pela própria sogra, no dia 5 de setembro. À época, o delegado responsável pelo caso informou que Jeferson alegou estar sob efeito de drogas no momento em que o crime foi cometido.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE