PF prende suspeitos de ocultar corpos de Bruno e Dom

A Polícia Federal atua para combater a pesca ilegal no Vale do Javari, no Amazonas, onde cumpriu sete mandados de prisão

PF cumpriu os mandados de prisão neste sábado (6).
PF cumpriu os mandados de prisão neste sábado (6). -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Polícia Federal (PF) desencadeou operação, neste sábado (6/8), contra pesca ilegal no Vale do Javari, no Amazonas, e cumpriu sete mandados de prisão, expedidos pela Justiça Federal. Entre os presos, estão três suspeitos de participação na ocultação dos corpos do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, assassinados em 5 de junho na região.

Os alvos da ação são integrantes de um grupo que atua com pesca ilegal na terra indígena Vale do Javari e imediações. Segundo a PF, eles são ligados a Amarildo Oliveira, o Pelado — denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por ter participado do assassinato de Bruno e Dom —, e a Ruben Villar, o Colômbia, investigado por esquema de pesca na área.

As prisões preventivas foram solicitadas pelo MPF e deferidas pela Justiça, com o objetivo de apurar a participação dos investigados em organização criminosa que financia e pratica a pesca ilegal na região, inclusive dentro de terra indígena.

A pesca clandestina do pirarucu ocorre com frequência na localidade. O peixe é uma das carnes mais apreciadas do país, especialmente na Região Norte. A reserva indígena no Vale do Javari seria invadida constantemente por pescadores irregulares. Os criminosos faturariam cerca de R$ 100 por cada quilo do pescado vendido.

Com informações do Portal Metrópoles