Eleitorado com mais de 70 anos cresceu 31% no PR

Campanhas da Justiça Eleitoral incentivam o exercício da cidadania nesta faixa etária

Campanhas da Justiça Eleitoral incentivam o exercício da cidadania nesta faixa etária
Campanhas da Justiça Eleitoral incentivam o exercício da cidadania nesta faixa etária -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O Paraná registrou aumento de 31% no eleitorado com mais de 70 anos. Em 2018, haviam 580.276 pessoas aptas a votar nas eleições gerais nesta faixa etária. Em 2022, este número saltou para 762.096 pessoas. Os números foram divulgados nesta quarta-feira (3) pela Justiça Eleitoral.

O número de eleitoras e eleitores dessa faixa etária cresceu em todo o país. Este ano o Brasil tem 14.893.273 pessoas com mais de 70 anos, enquanto em 2018 esse número era de pouco mais de 12 milhões. O aumento registrado foi de 24%.

Eleitorado paranaense

De acordo com o Portal de Estatísticas, a maioria do eleitorado acima de 70 anos é representada por mulheres, com 422.237 eleitoras. Já homens são 339.730 eleitores da faixa etária. Em relação ao estado civil, a maioria das pessoas se declarou como casada, sendo 465.441. Viúvas e viúvos estão na sequência, com 169.663.

Campanhas de incentivo

A Justiça Eleitoral do Paraná investe em campanhas e projetos que incentivam essa parcela do eleitorado, que tem o voto facultativo,  a ir às urnas em outubro. O projeto Cidadania Plena, lançado em abril pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), tem como principal objetivo levar seções eleitorais para dentro de instituições de longa permanência e hospitais.  

Em outubro, idosas e idosos que têm mobilidade reduzida, idade avançada ou estão em hospitais terão a oportunidade de votar. Foram fechadas parcerias em Curitiba, Maringá, Londrina e Cascavel. Funcionárias e funcionários também vão poder votar nessas seções eleitorais.

Em Curitiba, a iniciativa beneficia pacientes e profissionais do Hospital de Clínicas, Hospital Erasto Gaertner e da instituição Socorro aos Necessitados. Em Maringá,  do Hospital Universitário de Maringá e do Lar dos Velhinhos. Já em Londrina, do Hospital Universitário de Londrina. Por fim, em Cascavel, do Hospital do Câncer (Uopeccan).

As informações são de assessoria