PRF registra aumento de acidentes durante o 'feriadão'

Além do atendimento das ocorrências, policiais também realizaram campanhas de conscientização para motoristas e passageiros na região dos Campos Gerais

Além do atendimento das ocorrências, policiais também realizaram campanhas de conscientização para motoristas e passageiros na região dos Campos Gerais
Além do atendimento das ocorrências, policiais também realizaram campanhas de conscientização para motoristas e passageiros na região dos Campos Gerais -

Sebastião Neto

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Além do atendimento das ocorrências, policiais também realizaram campanhas de conscientização para motoristas e passageiros na região dos Campos Gerais

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou na tarde desta segunda-feira (21) os números da Operação Corpus Christi 2022 nas rodovias federais da região dos Campos Gerais. Durante a operação, que iniciou na quarta-feira (15) e terminou no domingo (19), foram registrados 15 acidentes com 2 mortos e 2 feridos, enquanto no ano anterior foram 9 acidentes, 1 morto e 10 feridos. Os acidentes mais graves ocorreram no sábado (18), por volta das 21h40, em que uma pessoa morreu atropelada no km 548 da BR 376, em Palmeira; e no domingo (19), por volta da 01h10, em que uma pessoa morreu em uma queda de moto seguida de colisão frontal, no km 221 da BR 373, em Imbituva. A saída de pista e a colisão traseira foram os principais tipos de acidente, respondendo, cada um, por 20% das ocorrências. Como causa, a velocidade incompatível foi responsável por 40% dos acidentes, seguida pela ingestão de álcool com 13,3% das ocorrências.

Durante o período da operação, que contou com aumento de efetivo vindo de outras unidades da federação, além dos policiais da própria Delegacia de Ponta Grossa em escalas extraordinárias, foram fiscalizados 622 veículos e 715 pessoas. Dentre as irregularidades identificadas, 3 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de álcool, sendo um deles encaminhado à Delegacia de Polícia Civil por crime de trânsito, 43 ultrapassagens indevidas, 7 ocupantes de veículo sem o uso do cinto, 5 crianças sendo transportadas sem a cadeirinha ou disposto de retenção. Dentre os motoristas profissionais, 3 foram flagrados com o exame toxicológico vencido e 2 desrespeitando a lei do descanso. Além desses números, 13 veículos foram recolhidos aos pátios da PRF por irregularidades na documentação ou não apresentarem condições de segurança e 34 veículos tiveram seus documentos retidos para regularização.

Um dos destaques é  o aumento significativo (perto de 40%) de flagrantes de ultrapassagens irregulares, se comparado ao feriado do ano anterior, mesmo considerando que boa parte das rodovias que cruzam a região foram duplicadas recentemente. Em uma ação na Rodoviária de Ponta Grossa, 300 pessoas foram sensibilizadas pela Campanha 'Cinto nas Estradas', momento em que os policiais orientam quanto ao uso de cinto de segurança para os passageiros de ônibus. A presença de neblina no início da manhã e a ocorrência de chuva em vários momentos, exigiu dos motoristas maior atenção em função da diminuição da visibilidade.

Com informações da PRF