Ciclone bomba no Atlântico deve afetar o Brasil

A bomba meteorológica foi formada no Leste da Argentina e deve afetar a Região Sul com fortes ventos e temporais

Ciclone bomba no Atlântico deve afetar o Brasil
Ciclone bomba no Atlântico deve afetar o Brasil -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A bomba meteorológica foi formada no Leste da Argentina e deve afetar a Região Sul com fortes ventos, temporais e temperatura baixa. 

A região Sul do Brasil deve ser impactada por fortes ventos e temporais trazidos por um ciclone bomba nos próximos dias. Em todo o Sul do Atlântico, incluindo Argentina e Uruguai, podem ser esperadas rajadas de vento de 150 km/h a 200 km/h, bem como ondas com altura bem acima do normal. As informações são da agência meteorológica MetSul.

Com o encontro do ar quente em comunhão com uma corrente de jato em baixos níveis, vinda da Bolívia, com uma frente fria e a queda da pressão atmosférica que se formou nos últimos dois dias na região da Patagônia e se deslocaram para o centro da Argentina, o Brasil deve sentir os efeitos do fenômeno a partir de hoje.

O Sul deve ser atingido em dois momentos e com efeitos bem distintos. Um corredor de vento deve atingir oeste, centro e sul do Rio Grande do Sul, que estará submetido a altas temperaturas. Num segundo momento, com a chegada da frente fria ao país, são esperados fortes temporais, com possibilidades de chuva no estado já a partir de hoje. Nos demais estados do Sul, é esperada uma diminuição das temperaturas, tornando o tempo mais fresco até o final de semana.

Leia mais em UOL

Conteúdo de marca

Quero divulgar right