Portal aRede - Aconteceu! Tá na aRede!
Publicidade

Cotidiano

A dispensa dos soldados, prevista em todo o País, tem como consequência direta o agravamento do quadro de desemprego Foto: Reprodução/Agência de Notícias do Paraná
Da Redação | Cotidiano | 17/08/2019 as 19:42h

Exército pode dispensar mais de 25 mil recrutas

A situação vem sendo discutida pelo Alto-Comando do Exército em Brasília e o presidente Jair Bolsonaro


Com parte de seus recursos contingenciada, o Exército poderá ser obrigado a dispensar pelo menos 25 mil dos 80 mil recrutas no início de outubro, antecipando a primeira baixa, que estava prevista para dezembro. Caso não haja descongelamento de verbas, a Força também prevê reduzir operações militares e cortar expediente dos que ficarem.

A dispensa dos soldados, prevista em todo o País, tem como consequência direta o agravamento do quadro de desemprego. A situação é mais grave em cidades do interior em que jovens dependem do trabalho nos quartéis. A situação foi discutida na semana passada pelo Alto-Comando do Exército em Brasília, com a presença de 16 generais. O presidente Jair Bolsonaro tem sido informado das dificuldades.

Nesta sexta-feira (16), ao embarcar para Resende (RJ), o presidente citou a situação dos militares. “Nós estamos aqui tentando sobreviver ao corrente ano. Não tem dinheiro. Eu já sabia disso e fui fazendo milagre, conversando com a equipe econômica com o que podemos fazer para sobreviver. O Exército vai entrar em meio expediente, não tem comida para dar ao recruta, que é filho de pobre”, disse.

Bolsonaro acrescentou que “a situação em que nos encontramos é grave, não há maldade da minha parte, não tem dinheiro, só isso, mais nada”. Na visita do presidente à escola onde estudou, os generais, mais uma vez, pretendem tratar do tema com o chefe do Executivo.

A situação no Exército foi agravada com o contingenciamento, no primeiro semestre, de R$ 180 milhões que seriam destinados a despesas. Segundo os militares, a redução contínua no orçamento da Força – neste ano é de R$ 620 milhões, mesmo valor de 2009 -, futuramente pode comprometer até mesmo gastos do dia a dia, como contas de luz, gás, telefone, combustível e até munição.

Na quinta-feira (15), em seu discurso na transmissão do cargo de secretário de Economia e Finanças do Exército, o general Marcos Antônio Amaro advertiu que “os insuficientes recursos no orçamento para aquisição e manutenção dos meios e para desenvolvimento das atividades da Força vêm reduzindo a sua operacionalidade a patamares inadequados às suas missões constitucionais e subsidiárias”. Amaro assumiu o Comando Militar do Sudeste, em São Paulo, no lugar do general Luis Eduardo Ramos, que foi alçado a ministro da Secretaria de Governo de Bolsonaro.

 

Alternativas

Embora a redução do expediente seja uma das alternativas discutidas para conter gastos, a medida é considerada pouco efetiva. Isso porque a economia de um dia parado – R$ 2 milhões – é pequena diante do montante que a Força precisa para pagar suas contas. O Exército tem 653 unidades militares e, mesmo que a maior parte delas suspenda as atividades, não é possível se deixar de operar os batalhões de fronteira, as escolas e os hospitais.


Com informações do Estadão


Publicidade

Recomendados

Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ponta Grossa 16/11/2019 ás 21:51h
Ponta Grossa 16/11/2019 ás 20:51h
Publicidade
Esporte 16/11/2019 ás 18:56h
Ponta Grossa 16/11/2019 ás 18:48h
Ponta Grossa 16/11/2019 ás 18:01h
Ponta Grossa 16/11/2019 ás 16:59h
Publicidade
Ponta Grossa 16/11/2019 ás 16:19h
Campos Gerais 16/11/2019 ás 14:06h
Publicidade

VÍDEOS

Ponta Grossa | 14/11/2019 ás 18:54h

Veja os destaques desta quinta no Portal aRede

Ponta Grossa 14/11/2019 ás 16:17h
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 16/11/2019 ás 12:42h

'Apagão' deixa o trânsito complicado no Centro de PG

Ponta Grossa 16/11/2019 ás 11:53h
Publicidade
Ponta Grossa 15/11/2019 ás 20:14h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 16/11/2019 ás 10:16h

Mega-Sena pode pagar R$ 10,5 milhões neste sábado

Publicidade
Cotidiano 15/11/2019 ás 19:24h
Publicidade

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 16/11/2019 ás 11:20h

Tibagi apresenta projeto de monitoramento para polícia

Campos Gerais 15/11/2019 ás 15:40h
Publicidade
Campos Gerais 14/11/2019 ás 12:20h
Campos Gerais 13/11/2019 ás 20:33h
Publicidade

MIX

Mix | 14/11/2019 ás 19:14h

Ponta Grossa recebe V Festival de Ópera do Paraná

Publicidade
Mix 13/11/2019 ás 08:00h
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 16/11/2019 ás 13:30h

Ponta Grossa Vôlei estreia na Superliga fora de casa

Publicidade
Esporte 16/11/2019 ás 07:32h
Publicidade

INSANA

Insana | 13/11/2019 ás 10:46h

Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM

Publicidade
Insana 30/10/2019 ás 14:27h
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 14/11/2019 ás 18:50h

Vamos Ler premia aluna de Tibagi por ‘melhor vídeo’

AGRONEGÓCIO

Agronegócio | 14/11/2019 ás 19:41h

Cooperjovem Frísia reúne mais de mil estudantes

Publicidade

ROMULO CURY

ao vivo | 14/11/2019 ás 17:55h

Papai Noel inaugura decoração natalina no Palladium Shopping

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 16/11/2019 ás 07:00h

Confira seu horóscopo para este sábado (16/11)

EMPREGOS

Empregos | 12/11/2019 ás 08:00h

Vagas na Agência do Trabalhador para terça-feira (11/11)

Publicidade

MAIS LIDAS

Ponta Grossa | 11/11/2019 ás 11:52h

Passagem de ônibus volta para R$ 3,80 a partir desta terça

Ponta Grossa 14/11/2019 ás 18:54h
Ponta Grossa 11/11/2019 ás 07:34h
Ponta Grossa 10/11/2019 ás 16:16h
Publicidade