PUBLICIDADE

Fadel projeta apoio às cidades da região na Assembleia Legislativa

Ex-prefeito de Castro reforçou o compromisso com pautas municipalistas. Fadel foi eleito para o cargo de deputado estadual com 41,5 mil votos

Para assumir a cadeira na Alep em definitivo, Fadel ainda aguarda um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Para assumir a cadeira na Alep em definitivo, Fadel ainda aguarda um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O ex-prefeito de Castro, Moacyr Fadel (PSD), foi eleito como deputado estadual nas eleições do último domingo (5). O líder político somou, ao todo, cerca de 41,5 mil votos. No município onde atuou como chefe do Executivo em quatro oportunidades, Fadel obteve uma votação expressiva, registrando quase 25 mil votos. Em entrevista concedida ao Jornal da Manhã e Portal aRede nesta quarta-feira (5), ele agradeceu o apoio contabilizado nas urnas e fez uma projeção para o futuro.

“Ser eleito com esse grande número de votos, tendo em vista a situação na qual fui colocado e o fato de não ter utilizado nenhum centavo de fundo eleitoral, foi uma demonstração de que o povo acredita em pessoas que trabalham”, argumentou Moacyr. Ele também exaltou a força e o potencial de Castro. “Conseguimos juntos transformar nosso município em uma cidade pujante. Hoje, Castro é uma das melhores cidades para se viver. O povo é maravilhoso. Só tenho a agradecer”, avaliou.

Com relação aos objetivos do novo mandato, Fadel afirmou que pretende trabalhar pelas cidades que mais precisam. “Sempre tive um ótimo relacionamento com todos os prefeitos da região. Nós sempre observamos a necessidade de ter um representante do interior, que fosse mais ligado às pautas municipalistas. Por isso me candidatei”, explicou. O ex-prefeito pretende atuar como ponte entre o Governo do Estado e os gestores municipais.

Análise do Tribunal Superior Eleitoral

Para assumir a cadeira na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) em definitivo, Fadel ainda aguarda um posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a respeito de um recurso encaminhado pela sua defesa. No mês de setembro, ele teve sua candidatura impugnada após o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) considerá-lo inelegível. A validade dos votos recebidos será oficializada a partir da decisão da justiça eleitoral. 

O TRE-PR também rejeitou, por unanimidade, na terça-feira (4), o recurso de embargos de declaração de Fadel. Na oportunidade, a defesa pediu uma reanálise da ação que impugnou a candidatura do ex-prefeito. O ex-prefeito afirmou estar confiante nos critérios técnicos de julgamento do TSE e na manutenção de sua cadeira na Alep. “Estou muito otimista, pois não fiz nada de errado. Forças ocultas trabalharam para que isso acontecesse. É necessário apenas que ocorra uma análise de coerência e por parte do TSE. Seguimos confiando na justiça”, concluiu Moacyr Fadel.

Gestor conta com suporte de Ratinho Junior

Desde o início de sua campanha, Moacyr Fadel teve o apoio do governador Ratinho Junior, que foi reeleito com uma ampla margem de votos no último domingo (2). Durante a entrevista, Moacyr também falou sobre a importância dessa boa relação. “Estarei ao lado do governador na Assembleia pois acredito no trabalho dele. Juntos trouxemos muitos projetos para Castro, que podem servir de exemplo para fazer do Paraná o melhor estado do Brasil. Claro que também estarei lá para cobrar o que estiver errado e levar essas demandas até ele”, declarou.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE