Klabin realiza R$ 9,4 bi em investimentos em três anos

Aporte foi realizado no Projeto Puma II, em Ortigueira, na região dos Campos Gerais. Segunda fase, da construção da Máquina de Papel 28, está 47% concluída. Conclusão ocorrerá em 2023

Obras da segunda fase (Máquina de Papel 28) tiveram início no segundo semestre de 2021. Medição deste mês indica avanço de 47%
Obras da segunda fase (Máquina de Papel 28) tiveram início no segundo semestre de 2021. Medição deste mês indica avanço de 47% -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Aporte foi realizado no Projeto Puma II, em Ortigueira, na região dos Campos Gerais. Segunda fase, da construção da Máquina de Papel 28, está 47% concluída. Conclusão está prevista para o segundo trimestre de 2023


Passados três anos da colocação da primeira estaca do prédio da Máquina de Papel 27, que marcou o início das obras do Projeto Puma II, a Klabin já contabilizou um aporte de R$ 9,4 bilhões no projeto. Construído em Ortigueira, na localidade de Campina dos Pupos, nas proximidades da divisa com Telêmaco Borba, na região dos Campos Gerais, o projeto estará concluído em menos de um ano, previsto para ser inaugurado no segundo trimestre de 2023, totalizando cerca de 4 anos de obras e um aporte total na casa dos R$ 12,9 bilhões. 

A primeira fase do projeto, que foi a implementação da Máquina de Papel 27 (MP 27), foi concluída há quase um ano, no terceiro trimestre de 2021 (o ‘startup’ ocorreu no mês de agosto), período também que teve início a segunda fase do projeto, da construção da Máquina de Papel 28 (MP 28), que terá como foco o mercado de cartões. De acordo com o último relatório de avanço das obras, em medição realizada no dia 17 de julho, esse projeto atingiu 47% de execução.


APORTE EM 2022

Somente neste segundo semestre, a Companhia investiu R$ 882 milhões no Projeto Puma II, valor que se for somado com os R$ 594 milhões aportados no primeiro trimestre, totaliza R$ 1,47 bilhão aplicados no primeiro semestre de 2022. Desde o início das obras, o desembolso total acumulado do projeto de R$ 9,371 bilhões. Por ano, os valores aplicados foram R$ 1,27 bilhão em 2019, R$ 4,04 bilhões em 2020 e R$ 2,57 bilhões em 2021.


FLORESTAS

No release de resultados do 2º trimestre, a Klabin revelou que neste segundo trimestre a companhia investiu um total de R$ 1,54 bilhão em suas operações e em projetos de expansão. “Do montante total, R$ 242 milhões foram destinados às operações florestais, acima dos R$ 70 milhões investidos no mesmo período do ano anterior. Este aumento é explicado principalmente pela compra de madeira em pé no montante de R$ 118 milhões e maior área plantada para abastecimento do Projeto Puma II”, informa a nota.


A MP 28

De acordo com a Klabin uma das principais diferenças entre as máquinas é que a MP27 utiliza, para a produção de papel, somente a fibra curta, vinda do eucalipto, para a produção do Eukaliner. Já a MP28 utilizará também fibras longas do pínus, tanto branqueada quanto marrom. Ambas produzem papel Kraftliner (kraft), mas esta última produz com gramatura mais alta. O pico das obras dessa segunda fase do Projeto Puma II ocorrerá entre outubro e novembro de 2022. O total de trabalhadores em sua construção está estimado em 5 mil.