Plantação de girassol na PR-151 vira ponto turístico

Área plantada entre Ponta Grossa e Palmeira, às margens da rodovia, se transformou em parada obrigatória para transeuntes da rodovia e destino de famílias neste fim de semana

Inúmeras famílias se deslocaram até a Fazenda Dona Mathilde para tirar fotos neste fim de semana
Inúmeras famílias se deslocaram até a Fazenda Dona Mathilde para tirar fotos neste fim de semana -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Área plantada entre Ponta Grossa e Palmeira, às margens da rodovia, se transformou em parada obrigatória para transeuntes da rodovia e destino de famílias neste fim de semana   

Uma plantação entre os municípios de Ponta Grossa e Palmeira está dando o que falar. Ou melhor: dando um cenário mágico para fotografar. Trata-se de uma plantação de girassóis, que recentemente floriu e está provocando a curiosidade de quem passa pelo local, despertando alegria dos transeuntes pela PR-151. A plantação está na Fazenda Dona Mathilde, já no município de Palmeira, nas proximidades da Colônia do Lago. Para quem sai de Ponta Grossa, é possível ver quatro plantações às margens da rodovia, uma à direita, e as demais à esquerda. A maior é a terceira e a quarta à esquerda – entre elas, há a entrada da fazenda, com a placa de identificação do local.  

Neste fim de semana, muitos carros passaram pelo local e pararam ao longo do dia, se tornando um verdadeiro ponto turístico. No final da tarde deste domingo (12), no momento em que a reportagem do Portal aRede esteve na área, pode constatar 10 veículos estacionados, com famílias fotografando em meio à plantação. No período de 40 minutos, foi possível ver um grande fluxo rotativo, tanto de pessoas que apenas passaram, se encantaram e pararam, quanto de outras famílias que já tinham visto ou tomaram conhecimento, e vieram de municípios já preparadas apenas para fazer fotos.

O próprio deputado estadual Plauto Miró Guimarães fez uma postagem em uma rede social na última sexta-feira (10), postando fotos do local, onde disse ter parado durante uma viagem. “Retornando de Palmeira, parei para registrar a beleza desta plantação de girassóis. Mais do que uma flor bonita, o girassol está se tornando uma alternativa econômica para o nosso estado. Algumas variedades resistem ao frio e à seca. Outras têm bom desenvolvimento até mesmo durante os períodos de outono e inverno”, escreveu ele.

O plantio foi feito sem pretensão ‘turística’. Surgiu como uma ideia do produtor rural Edilson Gorte, para diversificar as áreas plantadas em sua fazenda, uma alternativa na rotação de culturas, como um ‘plantio de outono’, plantada logo após a soja precoce. “Estou buscando alternativas além da base de milho, soja e trigo. É uma nova cultura para buscar uma nova fonte de renda nesse período que ficamos com a terra descoberta. E a rotação de cultura é essencial para uma agricultura em plantio direto bem conduzida. Com variedades de culturas, você consegue fazer com que a estrutura do seu solo melhore, trazendo economias em inseticida, e, principalmente, em herbicidas”, disse.

E mesmo antes de colher essas sementes do girassol, o produtor informa que está ‘colhendo muitos sorrisos’. “Não sabemos, economicamente, o que vai nos trazer de resultado. Mas garanto que independente de valores, um retorno para o meu coração já me trouxe: a felicidade das pessoas que por ali passaram. Nos dias de hoje, com toda a intolerância que vemos, tantas agressões, de pessoas brigando por coisas sem substância... ver as pessoas pararem, tirar fotos alegres, sorrindo, contentes, é muito bom, fico feliz em proporcionar isso. Estou 'colhendo os frutos' do girassol”, conclui Gorte.

Cabe destacar que esse belo visual poderá ser apreciado só por mais alguns dias, pelo fato de que a floração do girassol dura, em média, apenas 15 dias. Aí ela começa a secar e ocorre sua desidratação, fase que leva algumas semanas até chegar ao ponto ideal para a colheita. 

Conteúdo de marca

Quero divulgar right