Vamos Ler contribui no estudo sobre sistemas em Reserva

Videoaula do projeto com foco nos cuidados do coração, palestra com professor de Educação Física e outras dinâmicas foram aplicadas nos quintos anos B e C da Escola Coronel Rogério Borba

Registros mostram amplitude do trabalho desenvolvido
Registros mostram amplitude do trabalho desenvolvido -

Dhiego Tchmolo

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Videoaula do projeto com foco nos cuidados do coração, palestra com professor de Educação Física e outras dinâmicas foram aplicadas nos quintos anos B e C da Escola Coronel Rogério Borba

Os quintos anos B e C da Escola Municipal Coronel Rogério Borba, em Reserva, sob coordenação da professora Edina Selhorst de Lima, desenvolveram atividades voltadas aos sistemas do corpo humano, com base na videoaula do Vamos Ler – Geração Digital sobre os cuidados com o coração divulgado em 22 de abril. A docente comenta os principais aspectos das ações.

“Iniciei os trabalhos e percorremos um bom período de tempo discutindo sobre os sistemas do corpo humano, enfocando cada um dos sistemas com leitura, imagens, vídeos, exercícios escritos, atividades interpretativas, pinturas, entre outros. Para ressaltar melhor cada sistema, os alunos foram divididos em grupos. Cada grupo ficou responsável em representar um sistema que, depois de sorteado, foi caracterizado com desenhos de bonecos no papelão”, elenca a educadora.

Em cima dos bonecos, os grupos desenharam e pintaram caracteres que se assemelhassem com os sistemas trabalhados. Assim, com a videoaula do Vamos Ler, a turma fechou o assunto. Para trabalhar com as sugestões da produção do projeto, os alunos viram vídeos explicativos, ganharam um folder e, sozinhos ou em duplas, entrevistaram pessoas que praticam atividades físicas – explicando, assim, a importância de cuidar da saúde, com ênfase no sistema cardiovascular.

“Na entrevista, os alunos leram o folder para o entrevistado, explicando as melhores maneiras de se cuidar e enfocando a importância dos cuidados com o coração. Trouxeram essa experiência para a sala de aula, onde contaram para os colegas como foi a entrevista e o que aprenderam sobre o tema”, pontua a professora.

Assim, houve atividades sobre a alimentação saudável, prática de atividades físicas e uma conversa com o professor e bacharel em Educação Física, Gregory Pavlak, que realizou uma palestra à turma acerca do assunto. Para complementar, o especialista levou os alunos à quadra da instituição de ensino, ensinando atividades que diretamente ajudam a combater o sedentarismo. Por fim, os alunos desenharam modelos da pirâmide alimentar e prato saudável.

“Esse trabalho foi bem interessante, aprenderam, na prática, o nome dos principais órgãos dos sistemas do corpo humano trabalhados. Também pude trabalhar o gênero entrevista de uma forma bem lúdica e que os alunos demonstraram total comprometimento. O assunto foi muito interessante e os fez pensar sobre hábitos saudáveis de vida, sem contar a interação e o compartilhamento de ideias e encerramos com a presença do professor de Educação Física, Gregory Lenon Pavlak, que foi super dinâmico e profissional com as crianças. Também, a estagiária em Pedagogia, Ana Gabriela Knaut, que colaborou com a confecção dos cartazes da pirâmide alimentar e do prato saudável. Ambos, abrilhantaram as aulas e o tema e ajudaram os discentes na compreensão dos assunto”, conclui Edina.

Pedagoga comenta

Quem também relatou o trabalho foi a coordenadora pedagógica do período matutino, Fernanda Pimenta. Segundo a educadora, a professora conseguiu estruturar muito bem o projeto, além de agregar valor ao trabalho contando com o apoio do professor Gregory, palestrante habilidade que conversou com as crianças sobre vida saudável.

“Planejar atividades de promoção de prática de atividades e educação alimentar para alunos, criando espaço para debate, pesquisa e aconselhamento, enriqueceu as aulas e proporcionou experiências intensas, boas lições da vida, mesmo. Assim como, oportunizar à estagiária o envolvimento nesse projeto que touxe resultados ótimos e imediatos, certamente contribuiu, e muito, à sua formação”, fecha seu relato Fernanda.

Acesse o blog escolar da Escola Coronel Rogério Borbaclicando aqui.