PUBLICIDADE

Ponta Grossa gera 4,4 mil novas vagas de emprego em 2022

Município foi o quinto que mais criou oportunidades no Paraná no mês de novembro. Setor de serviços puxa a abertura de novas vagas

Os setores de serviços, indústria, comércio e agronegócio estão positivos na cidade em 2022. Apenas a construção civil está negativada
Os setores de serviços, indústria, comércio e agronegócio estão positivos na cidade em 2022. Apenas a construção civil está negativada -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Ponta Grossa foi uma das cinco cidades que mais geraram emprego no Estado do Paraná em novembro. Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Governo Federal, mostram que o saldo das 4,1 mil admissões e 3,8 mil demissões resultou em 355 novas pessoas colocadas no mercado de trabalho formal da cidade. Foi o quinto melhor resultado do Paraná para o mês, atrás apenas de Foz do Iguaçu (451), Londrina (746), São José dos Pinhais (835) e Curitiba (1.443). Entre as 399 cidades paranaenses, 185 registraram mais contratações do que demissões no 11º mês do ano.

Na avaliação anual, foi o oitavo mês seguido de saldo positivo, sendo que apenas março teve mais demissões do que admissões, com um resultado negativo em 150. Com isso, no acumulado de 2022, Ponta Grossa acumula uma geração de 4.410 postos de trabalho no mercado formal. Esse resultado é o sexto melhor do Paraná, atrás apenas de Cascavel (5.056), Maringá (6.028), São José dos Pinhais (7.785), Londrina (8.468) e Curitiba (40.197). Já no acumulado dos últimos 12 meses, ou seja, quando a variação também pega dezembro de 2021, Ponta Grossa aparece na 10º posição estadual, com um saldo positivo de 2.773.

Entre os setores, apenas a construção civil teve queda, com o fechamento de 59 vagas de emprego no mês. Somando indústria, agropecuária, comércio e serviços, esses quatro ramos criaram mais de 410 vagas, sendo serviços o líder, com 222. Logo na sequência se destacou o comércio, com 146 novos postos de trabalho criados. Com esses números, o setor de serviços tem 44,7 mil empregados na cidade, enquanto que o comércio agora conta com 24,3 mil. 

SETORES

No acumulado do ano, o setor de serviços é o predominante na criação de novos postos de trabalho, totalizando 3.357 vagas criadas de janeiro a novembro. Na sequência, quase empatadas, aparecem a indústria, com 965 novos postos de trabalho, e o comércio com 944. A agropecuária está positivada em 160. Da mesma forma que o panorama mensal, a construção civil é a única que perdeu postos de trabalho, com 1.016 vagas encerradas nestes 11 meses, reflexo das 5,6 mil contratações e 6,6 mil demissões. 

Paraná se destaca no Brasil

O Paraná teve saldo positivo de 4.832 empregos em novembro. Com o resultado, já soma 153.693 empregos gerados em 2022, se consolidando como o maior empregador da região Sul. O resultado de novembro supera a soma da região Norte (3.055) e Centro-Oeste (-773), e de estados com populações maiores que o Paraná, como Minas Gerais (4.279) e Bahia (4.425). O saldo de vagas no mês é resultado da diferença entre as 127.394 admissões e os 122.562 desligamentos no período. No acumulado do ano, foram 1.627.912 contratações contra 1.474.219 demissões. No Brasil, são 135.495 vagas em novembro e 2.466.377 no ano.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE