PUBLICIDADE

Estudante de PG conquista o primeiro lugar na Olimpíada Nacional de Ciências

Aluna recebeu a medalha de ouro da prova. A competição que acontece em todo país incentiva o estudo da Astronomia, Biologia, Física, História e Química

Aluna recebeu a medalha de ouro da prova. A competição que acontece em todo país incentiva o estudo da Astronomia, Biologia, Física, História e Química
Aluna recebeu a medalha de ouro da prova. A competição que acontece em todo país incentiva o estudo da Astronomia, Biologia, Física, História e Química -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O lugar mais alto do pódio está garantido para a cidade de Ponto Grossa. A estudante Donatielle Isabelly Mattos de Azevedo, recebeu a medalha de ouro na Olimpíada Nacional de Ciências. A aluna do sétimo ano do Marista Escola Social Santa Mônica, que atende gratuitamente crianças e adolescentes no Bairro Santa Mônica, realizou uma prova online que integra todas as áreas do conhecimento de ciências da natureza. 

Para a coordenadora pedagógica da Escola Social, Naara Mellem, o bom resultado e a participação dos estudantes faz parte de um incentivo que acontece diariamente na sala de aula. “Entendemos essa oportunidade como fomento, um caminho para o conhecimentos em diversas áreas. Na sala de aula, procuramos lançar um olhar para ciências muito além das teorias, aplicando a parte prática dos laboratórios e das experiências para a vida, assim eles aprendem, refletem e gostam do conteúdo. Isso reverberou no interesse e no ótimo desempenho na Olimpíada”, revela. 

Aprendizado de Ciências para a vida 

Para a estudante do 7º ano, as Olimpíadas de Ciências trouxeram conhecimentos que podem transformar a vida. “Eu estou muito orgulhosa, não é sempre que ganhamos uma medalha de ouro, e ter esse resultado me deixou muito feliz”, revela Donatielly. A aluna ainda contou que Ciências é uma das disciplinas que ela mais se identifica. “Eu gosto de tudo que envolve essa matéria, e também gosto muito de artes e desenhar, espero ser uma pintora quando crescer”, reforça. 

 Além da medalha de ouro, a escola social conta ainda com a menção honrosa ao aluno Antonio Marcos Barbosa dos Santos, do 9º ano. Segundo a coordenadora pedagógica, este é um resultado que fortalece o trabalho pedagógico da Escola. “Essa é uma prova muito completa, que aborda conhecimentos específicos como sistema solar, células, matemática, robótica, mulheres na ciência e muitos outros. Um grande desafio, mas mostrou que nossos alunos se sentem motivados e instigados a participar e cada vez mais refletirem e conhecerem sobre os temas.” 

A Olimpíada Nacional de Ciências (ONC) integra o Programa Ciência na Escola e é uma realização de cinco Sociedades Científicas: a SBF (Sociedade Brasileira de Física) a ABQ (Associação Brasileira de Química) o Instituto Butantan a Sociedade Astronômica Brasileira e a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Ela resulta de um convite do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) às sociedades e se destina a estudantes do Ensino Médio e do 6ª a 9º ano do Ensino Fundamental

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE