PUBLICIDADE

Vereadores da CPI da Saúde acionam o Ministério Público

Parlamentares pedem que o MP-PR evite a demolição da UBS Antônio Saliba

Compõem a CPI da Saúde os vereadores Celso Cieslak (PRTB), Geraldo Stocco (PV), Léo Farmacêutico (PV), Jairton (União) e Joce Canto (PSC).
Compõem a CPI da Saúde os vereadores Celso Cieslak (PRTB), Geraldo Stocco (PV), Léo Farmacêutico (PV), Jairton (União) e Joce Canto (PSC). -

Marcus Benedetti

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Os vereadores integrantes da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde de Ponta Grossa acionaram o Ministério Público do Paraná para impedir a demolição da Unidade Básica de Saúde Antônio Saliba, que se tornará um ‘Superposto de Saúde’ segundo anúncio recente da Prefeitura Municipal. 

No ofício encaminhado ao MP, os vereadores pedem ainda a suspensão do processo licitatório em andamento para a construção do Superposto. Os membros da CPI também enviaram um ofício à Prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) com as mesmas solicitações. De acordo com o documento, “Tal recomendação é fundamentada na verossimilhança das provas coletadas pela Comissão Parlamentar”. Na sequência, o ofício mostra o depoimento do engenheiro responsável pela construção da unidade, Cesar Augusto Schemberger, o qual afirmou não ter sido necessária a interdição completa do local.

“Quando de sua oitiva, o engenheiro responsável informou ter sido precipitada a interdição da Unidade Básica de Saúde - UBS ANTONIO SALIBA, frisando que um reparo parcial no imóvel seria suficiente ao restabelecimento integral das atividades”, diz o documento assinado pelos vereadores integrantes da CPI. 

“Sim, houve algumas avarias do telhado de fibrocimento existente em função de que a estrutura acabou rolando também por cima, mas não digamos que teria que interditar. Talvez tivesse, que fazer uma obra ali, um reparo no piso”, afirmou o engenheiro durante seu depoimento à CPI da Saúde no dia 22 de julho. 

De acordo com o ofício, a construção da unidade custou R$509 mil reais aos cofres públicos. A UBS Antônio Saliba foi fechada no início de 2021 e, no final de julho, a prefeitura anunciou que o local se tornaria um Superposto de Saúde. 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE