PUBLICIDADE

Escolinha do Patrimônio será voltada à sensibilização patrimonial

Espaço foi aberto nesta sexta-feira (07), idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura

Espaço foi aberto nesta sexta-feira (07), idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura
Espaço foi aberto nesta sexta-feira (07), idealizado pela Secretaria Municipal de Cultura -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Prefeitura de Ponta Grossa abriu nesta sexta-feira (7), a Escolinha do Patrimônio, idealizada pela Secretaria Municipal da Cultura. O espaço foi criado com a proposta de se consolidar como um ambiente voltado à educação e a sensibilização patrimonial na cidade. “É muito importante plantarmos estas sementes para que as nossas crianças e adultos valorizem toda a história da nossa cidade”, destacou a prefeita Elizabeth Schmidt durante a solenidade de abertura.

O objetivo é que no local aconteçam oficinas livres, cursos e atividades voltadas ao reconhecimento de símbolos, costumes, tradições e da história de Ponta Grossa. No evento de abertura, a Escolinha já recebeu alunos de escolas. O espaço possui diversos elementos que contam a história da cidade, como fotos antigas, livros, artesanato, maquetes, brinquedos, entre outros materiais que foram desenvolvidos para facilitar a compreensão das passagens históricas relevantes da cidade.

Elaborada de modo a promover as oficinas de uma forma bem didática, criativa e com atividades práticas, a Escolinha busca que crianças e adultos possam desenvolver o senso de pertencimento à cidade. “Queremos que este seja um espaço voltado à educação patrimonial, para que cada vez mais pessoas sintam, saibam e vivam a história de Ponta Grossa, a história do lugar onde alguns de nós nascemos e outros escolheram viver. Acreditamos que a partir da sensibilização do patrimônio cultural, as pessoas vão amar cada vez mais sua cidade, respeitar e ter orgulho de levar a nossa história para mais lugares”, afirmou o secretário municipal de Cultura, Alberto Portugal.

A Escolinha do Patrimônio funciona anexa ao futuro museu que está em fase de implantação na Mansão Villa Hilda; No imóvel também funciona a Casa da Memória, que guarda um dos acervos mais ricos de documentos e fotografias do Estado. 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE