Após discussão, idoso leva tiro e fica ferido em Ponta Grossa

A confusão teria começado por um suposto maltrato aos animais da vítima. O suposto atirador alega outra versão

A confusão aconteceu em uma chácara na região do Lagoa Dourada.
A confusão aconteceu em uma chácara na região do Lagoa Dourada. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Um idoso de 71 anos foi vítima de um tiro na tarde deste sábado (6), na região do Lagoa Dourada, no bairro Neves, em Ponta Grossa. O disparo aconteceu por conta de uma discussão entre a vítima e um outro homem, que é morador da região. Segundo relatos do senhor atingido pelo disparo, o suposto atirador teria tentado invadir sua propriedade e maltratar seus cachorros com pedradas. Ao tentar impedir os maltratos e a invasão, o idoso acabou sendo atingido com um tiro no joelho.

A Polícia Militar localizou o homem e o levou para a 13ª Subdivisão Policial de Ponta Grossa. No local, o suspeito alegou outra versão em entrevista ao Portal aRede. O homem se identificou como policial aposentado e disse ter efetuado o disparo após ser atacado pelos cachorros e agredido pela vítima do tiro. 

Projétil coletado no local do disparo.
Projétil coletado no local do disparo. |  Foto: Marcio Lopes/aRede

“Na verdade, nós somos amigos. Ele colocou essa cerca lá há pouco tempo, eu nem sabia que lá era propriedade dele. Eu estava em cima da linha do trem. O filho dele disse que eu agredi os cachorros, mas eu fui atacado e peguei uma varinha para tentar afastá-los. Quando eu virei as costas para ir embora, o ‘seu Zé’ veio com um pedaço de pau e me acertou uma paulada. Me acertou uma tão forte que eu desmaiei. Por sorte, consegui reagir. Mas não sei o porquê dessa agressividade dele”, afirmou. 

A equipe do Samu foi acionada para prestar atendimento ao senhor atingido.
A equipe do Samu foi acionada para prestar atendimento ao senhor atingido. |  Foto: Marcio Lopes/aRede
 

O disparo atingiu o joelho da vítima, que foi encaminhada para a UPA Santana. O suposto autor do tiro, identificado como Geovane, foi preso pela Polícia Militar.