Obras da maltaria em PG empregam 800 pessoas

Construção da Maltaria Campos Gerais teve início neste ano. Conclusão ocorre em 2023

Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

As obras da Maltaria Campos Gerais avançam no município de Ponta Grossa. Com as obras dentro do cronograma previamente estabelecido, é possível notar inúmeras estruturas em construção a partir da rodovia PR-151, nas proximidades da divisa com o município de Carambeí. Atualmente, são cerca de 800 trabalhadores, contratados por quatro empreiteiras, que se revezam diariamente no canteiro de obras da unidade.

O investimento nesta primeira fase é de R$ 1,6 bilhão, em um aporte realizado por seis cooperativas, sendo quatro dos Campos Gerais: Coopagrícola (Ponta Grossa), Castrolanda (Castro), Capal (Arapoti) e Frísia (Carambeí). Também fazem parte dessa intercooperação a Bom Jesus (Lapa) e a Agrária (Guarapuava), que comanda as ações do investimento. 

As obras tiveram início no primeiro trimestre deste ano, com a preparação do terreno do local onde ocorre a instalação, ao lado da Unidade de Beneficiamento de Leite da Unium. Depois começaram as obras de fundação e em maio começaram a aparecer as primeiras estruturas, com os primeiros pilares içados.

No último mês de julho, as obras foram visitadas, por presidentes das cooperativas participantes do investimento e outros convidados: Jorge Karl, da Agrária; Renato Greidanus, da Frísia; Artur Zavatski, da Witmarsum; Peter Greidanus, da Fundação ABC; Manfred Janzen, diretor da Witmarsum; além do presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken; e do coordenador de Comunicação Social do Sistema Ocepar, Samuel Milléo Filho. “Uma obra impressionante pela sua grandeza e que será um importante modelo de intercooperação”, afirmou Ricken. 

Inauguração

De acordo com o cronograma, a previsão é de que a maltaria seja inaugurada no segundo semestre de 2023, mais precisamente em setembro, nas comemorações dos 200 anos da cidade de Ponta Grossa. Já as atividades da fábrica estão previstas para começar no início de 2024. Esse cronograma precisa ser seguido devido aos contratos já assinados com empresas cervejeiras, entre elas a Heineken, que possui fábrica na cidade. 

Queijaria

Do outro lado da UBL, também está em construção a queijaira da Unium. A unidade recebe um investimento de R$ 460 milhões das cooperativas Frísia, Capal e Castrolanda, para fabricar queijos tipo mussarela, prato, cheddar e massa de queijo, além de soro em pó e manteiga. O projeto prevê a produção de 96 toneladas desses produtos por dia, com a geração de 66 empregos diretos e 1,5 mil indiretos. As obras começaram um pouco depois das da maltaria, mas da mesma forma, a intenção é que de sua conclusão ocorra no segundo semestre do próximo ano.

GALERIA DE FOTOS

  • Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
    Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
  • Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
    Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
  • Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
    Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
  • Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
    Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
  • Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
    Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
  • Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
    Investimento da Maltaria Campos Gerais foi anunciado em 2021 e as obras iniciaram neste ano, às margens da PR-151, em Ponta Grossa
 

DETALHES DO PROJETO

Investimento

Após a conclusão dessa primeira fase, a segunda fase prevê investimentos semelhantes ao inicial, totalizando um aporte de R$ 3 bilhões, se tornando a maior maltaria da América Latina.


Capacidade de produção

Ao final desta primeira etapa de investimentos, a previsão é que a planta produza 240 toneladas de malte por ano, cerca de 15% do volume do consumo atual do país.


Empregos

A maltaria deve gerar cerca de 3 mil empregos entre os diretos e indiretos, além de beneficiar aproximadamente 12 mil cooperados das seis instituições investidoras.

Com informações da Ocepar