Rodrigo Manjabosco é ouvido pela CPI da Saúde

Além do ex-secretário, também foi ouvida Adriane Lopes, atual presidente do Conselho Municipal de Saúde

CPI da Saúde realiza oitivas na Câmara Municipal de Ponta Grossa.
CPI da Saúde realiza oitivas na Câmara Municipal de Ponta Grossa. -

Marcus Benedetti

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Além do ex-secretário, também foi ouvida Adriane Lopes, atual presidente do Conselho Municipal de Saúde

As oitivas da CPI da Saúde de Ponta Grossa continuaram na tarde desta sexta-feira (24), quando os vereadores que compõem a comissão de investigação ouviram o ex-Secretário de Saúde Rodrigo Manjabosco e Adriane do Rocio Lopes, presidente do Conselho Municipal de Saúde de Ponta Grossa.

Na ocasião, os vereadores realizaram perguntas sobre a gestão da equipe de Rodrigo Manjabosco frente a Fundação de Saúde. Ao ser questionado sobre a saída do cargo, Manjabosco afirmou que a decisão partiu do executivo. “Fui exonerado. A motivação é que, na verdade, são entendimentos distintos da forma da condução da Fundação Municipal de Saúde. O planejamento não deve ter sido a contento e, em virtude disso, houve um desentendimento nesse sentido e eles solicitaram a exoneração”, ressaltou.

O vereador Geraldo Stocco se solidarizou com a forma como a exoneração aconteceu. “Cada um tem uma interpretação, mas eu queria lamentar o fato da prefeita ter jogado tudo nas costas da equipe. O senhor mostrou aqui várias tentativas de reformas e a preocupação que tinha com a saúde. Então, queria lamentar a forma como ela se portou frente a antiga gestão da Fundação da Saúde”, disse Stocco.