PUBLICIDADE

Colégio terá homenagem à professora vítima de feminicídio

Dia 4 de dezembro se tornou o Dia Municipal de Combate ao Feminicídio em Ponta Grossa.

Luciane Aparecida de Ávila foi morta a facadas pelo ex-marido no dia 4 de dezembro de 2019.
Luciane Aparecida de Ávila foi morta a facadas pelo ex-marido no dia 4 de dezembro de 2019. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Dia 4 de dezembro se tornou o Dia Municipal de Combate ao Feminicídio em Ponta Grossa

Neste sábado (4) a Escola Desafio terá um ato em homenagem à professora Luciane Aparecida de Ávila, morta a facadas pelo ex-marido no dia 4 de dezembro de 2019. O ato será para instituir o  Projeto de Lei (PL) nº172/2021 que foi aprovado e oficializado como o Dia Municipal do Combate ao Feminicídio em Ponta Grossa.

Os docentes, familiares e amigos convidam a comunidade para se reunir em frente a escola a partir das 11h30 usando uma camiseta branca para prestar esta homenagem. Um dos familiares irá plantar um ipê-roxo tendo em vista que esta cor simboliza a luta das mulheres.

A Escola Desafio fica localizada na avenida Anita Garibaldi, 1627, no bairro Órfãs.

Relembre o caso

Luciane chegava para trabalhar por volta de 13h quando foi atacada por Marcelo Ávila, seu ex-marido. A vítima foi atingida por várias facadas e morreu ainda no local, dentro da ambulância. O crime foi cometido na frente de um dos filhos do casal, de 8 anos. Outro homem que passava pelo local e tentou ajudar a vítima também foi ferido, mas ficou fora de risco.

O principal suspeito do crime foi preso pela PM por volta das 16h do mesmo dia na PR-151, limite com a cidade de Carambeí. Marcelo fugiu do local do assassinato em uma moto Honda CG 150 preta, que foi encontrada por policiais às margens da rodovia. Os policiais receberam informações que o suspeito estaria fugindo da cidade e se deslocaram com várias viaturas para um cerco na região — ele foi encontrado andando ao lado da rodovia.

Projeto de Lei nº 172/2021

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) aprovou em primeira discussão, no dia 29 de setembro desse ano, o Projeto de Lei (PL) nº172/2021, de autoria das vereadoras Adriana Jamier da Silva (SD)Joceméuri Corá Canto (PSC) Josiane Schade Kieras (PSOL), que institui a data de 4 de dezembro como ‘Dia Municipal de Combate ao Feminicídio’ na cidade ponta-grossense. A proposta foi aprovada durante a ‘Sessão Ordinária’ do Poder Legislativo.

De acordo com o PL aprovado em primeira discussão, a escolha da data se deve ao assassinato que aconteceu contra a professora Luciane Aparecida de Ávila, em 4 de dezembro de 2019, em frente à escola na qual lecionava. O PL das parlamentares cita que a sociedade civil organizada poderá promover campanhas, debates, seminários, palestras, entre outras atividades para conscientizar a população sobre a importância do combate ao feminicídio e outras formas de violência contra a mulher.

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE