Ratinho repudia ataques contra Mesquita em PG

Os criminosos queimaram, dentre outros objetos importantes para o Islã, o livro sagrado dos muçulmanos, o Alcorão.

Governador se solidariza com a comunidade muçulmana de todo o Paraná.
Governador se solidariza com a comunidade muçulmana de todo o Paraná. -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Os criminosos queimaram, dentre outros objetos importantes para o Islã, o livro sagrado dos muçulmanos, o Alcorão.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirmou nesta terça-feira (30) que já determinou uma investigação da Polícia Civil e se solidariza com a comunidade muçulmana de todo o Paraná.

“Lamento profundamente que tenha ocorrido um crime tão bárbaro e que atenta contra a liberdade religiosa do nosso Estado. Não vamos tolerar nenhum ato criminoso, especialmente os de intolerância religiosa, como o aconteceu na Mesquita, em Ponta Grossa”, disse.

“Me solidarizo com toda a comunidade muçulmana e já determinei uma ampla investigação pela Polícia Civil para que os culpados sejam identificados e punidos. O Paraná está de braços abertos para todas as manifestações religiosas, e crimes como este não serão tolerados”, afirmou o governador.

A Mesquita foi vandalizada durante a madrugada do último sábado (27) e os criminosos queimaram, dentre outros objetos importantes para o Islã, o livro sagrado dos Muçulmanos, o Alcorão.

A Polícia Civil do Paraná informou que as apurações estão avançadas e que mais detalhes não serão fornecidos no momento para não atrapalhar o andamento das investigações.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right