Campanha busca ajudar policial militar com câncer em PG

O policial da reserva luta contra um câncer de ouvido e o tratamento custa em média R$35 mil

Imagem ilustrativa da imagem Campanha busca ajudar policial militar com câncer em PG
-

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O policial da reserva luta contra um câncer de ouvido e o tratamento custa em média R$35 mil

Uma campanha de solidariedade foi formada em Ponta Grossa para ajudar um policial militar da reserva, ele está lutando contra um câncer. Os colegas da ativa e da reserva estão promovendo rifas e ações sociais. Na intenção de conseguir custear o tratamento do PM de 53 anos. E preciso de medicamentos e despesas hospitalares que custam em média R$ 35 mil.

O advogado e policial da reserva Djalma Roberto da Silva um dos responsáveis por uma das ações sociais explica que em razão do tratamento ser caro, e os policiais militares não receberem uma reposição salarial desde o ano de 2015, e ter tido um aumento significativo no desconto da previdência, o salário do PM apenas custeia as necessidades básicas, como alimentação água e luz, “o policial militar é um cabo da reserva, que luta contra um câncer de ouvido, e infelizmente em razão do tratamento ser caro, e os policiais militares não receberem uma reposição salarial desde o ano de 2015, e ter tido um aumento no desconto da previdência que diminuiu ainda mais os salários, o que ganha é apenas para custear as necessidades básicas, o tratamento e medicamentos custam caros, amigos da ativa e aposentados, inclusive a Associação dos Militares dos Campos Gerais (AMEC) e Associação da Vila Militar (AVM) lamentando o que o Cabo vem passando resolveram de alguma forma ajudar.”, contou.

Alguns eventos estão sendo promovidos, como uma rifa de uma pistola e uma festa retro para ajudar no custeio do tratamento. O evento ocorre no próximo dia 11 de dezembro e os ingressos podem ser adquiridos através do número 42.99941-4742

Conteúdo de marca

Quero divulgar right