Padrasto é preso por abuso sexual de crianças em PG

Investigação da Polícia Civil aponta que as vítimas tem 10 e 14 anos

Investigação da Polícia Civil aponta que as vítimas tem 10 e 14 anos
Investigação da Polícia Civil aponta que as vítimas tem 10 e 14 anos -

Da Redação

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

Investigação da Polícia Civil aponta que as vítimas tem 10 e 14 anos

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira (19), um homem de 44 anos acusado crime de estupro de vulnerável em Ponta Grossa. De acordo com a delegada Ana Paula Cunha Carvalho, as vítimas eram duas irmãs, de 10 e 14 anos. As investigações iniciadas neste mês de agosto tiveram início a partir de um relato das meninas para a mãe, alegando abuso sexual por parte do padrasto.

De acordo com as vítimas, ele enviava vídeos de conteúdo pornográfico para as enteadas e depois pedia para que elas reproduzissem as cenas com ele. Quando viajava a trabalho, o padrasto fazia ligações de vídeo para as vítimas e pedia que elas  mostrassem seus corpos. Após a investigação, a Polícia Civil efetuou a prisão do acusado na cidade de Paraguaçu Paulista. O investigado responderá  pelo crime de estupro, estupro de vulnerável e aliciamento de criança para prática de ato libidinoso.