aRedeShopping aRedeNegócios Jornal da Manhã

Ponta Grossa

Da Redação | Ponta Grossa | 14/05/2021 as 14:11h

PG tem 600 casos de violência infantil no primeiro trimestre

A cada 2h e 14 minutos, uma criança sofre algum tipo de violência na cidade ponta-grossense

Reportagem de Camila Pacholok Zanardini

Milhares de pessoas vêm sofrendo por conta da pandemia da covid-19. Segundo dados do IBGE, são mais de 14 milhões de pessoas desempregadas. Porém, as sequelas da atual conjuntura do Brasil afetou não só a economia brasileira e a saúde pública, mas também devido ao isolamento social que alavancou as denúncias de violência infantil não só nas cidades grandes como em São Paulo, mas também em cidades como Ponta Grossa. Segundo o último levantamento do Conselho Tutelar de Ponta Grossa, foram registrados 600 casos de denúncias de violência contra a criança.

Nos últimos meses os noticiários têm mostrado com mais afinco denúncias de violência contra as crianças, infelizmente o caso do menino carioca de quatro anos Henri Borel, não é um caso isolado. Há muitos Henri 's, Biancas, Bruno' s, Mirela 's, Andressa' s, Jonas, que estão espalhados pelas áreas urbanas e rurais da cidade de Ponta Grossa que são personagens da violência infantil.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, mostraram que em 2019 diariamente, foram notificadas no Brasil uma média de 233 agressões de diferentes tipos contra crianças e adolescentes com idade até 21 anos.

A violência infantil, segundo o ECA, pode ser definida como: física, psicológica, sexual e institucional. Dessa forma, a criança pode passar por situações de violência em qualquer âmbito da sociedade. E isso inclui negligência, abusos, trabalho infantil. Como o caso de uma criança que vende algodão doce no município.

Segundo a psicóloga Tassiane Breus esse tipo de violência, bem como todos os outros, causam consequências emocionais. É importante frisar que o brincar e o jogar não se resumem apenas a formas de divertimento e de prazer para a criança, mas são meios privilegiados dela expressar os seus sentimentos e aprender, faz parte da formação do ser humano.- explicita a psicóloga Tassiane Breus.

Não é de hoje que o abuso é uma realidade dentro do lar de milhares de crianças ao longo da história, não é difícil infelizmente encontrar dentro do nosso convívio social, conhecer alguém que tenha sofrido algum tipo de violência quando criança. Casos que ficam por oculto na maior parte das vezes por falta de diálogo com a criança sobre o assunto, como foi o caso da Alice Laura* (nome fictício dado para preservar a identidade da entrevistada) que sofreu abuso sexual dos seus seis anos até seus 11 anos de idade.

Segundo Alice*, o comportamento do abusador sempre fazia ela se sentir culpada pela ‘brincadeira’ e a oprimia colocando medo. "Ele me chamou para brincar quando eu tinha apenas seis anos de idade, mas me disse que eu não poderia contar para ninguém porque iriam brigar comigo. Pela inocência eu aceitei, até porque ele é um membro da minha família, morava na mesma casa, eu confiava e gostava muito dele. As demais vezes eu era obrigada a 'brincar' e isso durou até uns dez anos. Aquilo durava até ele se satisfazer", relata Alice*, que tinha vínculo familiar com o agressor.

Segundo a Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), 73% dos casos de abuso ocorrem no ambiente domiciliar e, em 40% dos casos, são cometidos pelos próprios pais ou padrastos, como revela o MMFDH.

Em 87% dos casos, o suspeito é do sexo masculino e, igualmente, de idade adulta, entre 25 e 40 anos, para 62% dos casos. A vítima é adolescente, entre 12 e 17 anos, do sexo feminino em 46% das denúncias recebidas.

Ainda sobre o caso de Alice*, o agressor voltou a procurar a menina durante sua adolescência, quando ela completou 12 anos de idade, segundo a vítima, esse foi o pior de todos os episódios de agressão. "Dois anos depois da última violência, ele veio com a mesma história de sempre: 'vamos brincar?'. Essa foi a pior de todas, pois eu já tinha consciência do que estava acontecendo comigo, depois fiz de tudo para evitar ficar sozinha com ele. Algum tempo depois, contaram para minha mãe o que aconteceu. Eu nunca tive coragem. Ela me perguntou e eu afirmei, porém ela não acreditou em mim. Preferiu acreditar que ele nunca faria isso, meu pai acreditou e até chorou, mas ninguém nunca se importou muito ou perguntou como era tudo aquilo para mim, todos seguiram a vida fingindo que aquilo nunca tinha acontecido. Até hoje não sei se minha mãe acredita em mim, que isso realmente aconteceu, relatou Alice Laura*, vítima de abuso sexual por mais de quatro anos dentro da sua própria casa.

Durante a última coletiva on-line realizada em maio de 2020 da MMFDH, a Ministra Damares frisou em sua fala que é necessário se atentar mais para a violência sexual. Os outros tipos de violações são claramente visíveis, a violência sexual, não. Na maioria das vezes, é silenciosa. Ela aparece como a quarta no balanço. Mas será que é a quarta que mais acontece, atrás de outras três, ou a quarta denunciada?, questionou a Ministra.

A verdade é que ninguém quer acreditar que uma violência dessa esteja ocorrendo no ambiente familiar, ainda mais entre entes queridos e próximos. Por isso é fundamental ficar atento aos sinais que a criança dá em seu comportamento. Segundo Rafaela Zaze, conselheira do Conselho Tutelar Oeste, apesar de ser uma violência que na maior parte das vezes é silenciosa, há sim mudanças no comportamento da criança. "A criança muda ou fica muito reprimida, quieta, geralmente não gosta e não quer ficar perto do suposto agressor, ou fica muito agressiva", afirma a conselheira.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define a violência que envolve este segmento como todas as formas de maus-tratos emocionais e/ou físicos, abuso sexual, negligência ou tratamento negligente, comercial ou outras formas de exploração, com possibilidade de resultar em danos potenciais ou reais à saúde das crianças, sobrevivência, desenvolvimento ou dignidade no contexto de uma relação de responsabilidade, confiança ou poder.

Desmitificando assim que a violência infantil está muito para além da agressão física ou sexual. Todos os dias nossas crianças estão sofrendo diversos tipos de violência nocivos ao desenvolvimento das mesmas.

Quando denunciar e como?

A denúncia é crucial para que haja a diminuição deste casos de violência contra a criança e o adolescente. É importante frisar que não é necessário ter certeza que a criança está sendo vítima. Se houver alguma suspeita, a denúncia já pode ser realizada e se tiver em mãos o endereço completo da vítima. Qualquer pessoa pode fazer a denúncia anônima, podendo ligar tanto no disque 100 como também em um dos contatos do Conselho Tutelar da sua região. A denúncia protege, porque se tiver ocorrendo, se estiver acontecendo alguma violação de direitos dessa criança/adolescente, o conselho vai até a residência e verifica a situação e vai fazer o direcionamento correto para proteger a criança, finaliza Rafaela, conselheira tutelar.

Serviço

Em caso de indícios de maus-tratos ou violência contra a criança denuncie ao Conselho Tutelar.

DISQUE 100 OU LIGUE Conselho Tutelar

- Leste (42) 9 9144-6127

- Oeste (42) 9 9144-1343

- Norte (42) 9 9155-4110

email sharing button
email sharing button
email sharing button
email sharing button

Publicidade

Recomendados

Idealle realiza super promoção em cursos de beleza em PG
A importância dos itens de papelaria na nossa vida
Publicidade
Fleming oferece opções para presente de dia dos namorados
Faculdade Sagrada Família arrecada 50 cestas básicas
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Coluna 'Trilha da Fé': Monumento à Bíblia - marco de fé
Mix 12/06/2021 ás 05:45h
Coluna Estilo e Moda por Silvana Hass desta semana (12/06)
Mix 12/06/2021 ás 05:30h
Mês de Junho é o mês das grandes paixões
Mix 12/06/2021 ás 05:00h
Confira a Coluna Ponta Lagoa dessa semana (12/06)
Mix 12/06/2021 ás 04:30h
Publicidade
IAT emite Licença de Operação de ampliação da Klabin
Ponta Grossa 12/06/2021 ás 02:08h
Moacyr Fadel assina contrato para investimento de R$ 100 mi
Campos Gerais 12/06/2021 ás 02:06h
Unium é segunda maior produtora de leite do país
Campos Gerais 12/06/2021 ás 02:06h
Cleonice quer  empresas para Fernandes Pinheiro
Campos Gerais 12/06/2021 ás 01:07h
Publicidade
Tirol define data para iniciar as operações em Ipiranga
Campos Gerais 12/06/2021 ás 01:05h
Novo programa social deve gerar qualificação profissional
Ponta Grossa 11/06/2021 ás 22:30h
Colheita do feijão chega a 82% no Paraná
Cotidiano 11/06/2021 ás 22:01h
IAT emite Licença de Operação de ampliação da Klabin
Ponta Grossa 11/06/2021 ás 21:30h
Ver Mais
Publicidade

MAIS LIDAS

Ponta Grossa | 08/06/2021 ás 18:17h

‘Nós vamos fechar de novo’, diz Elizabeth sobre novo decreto

Ponta Grossa 08/06/2021 ás 11:40h
Cotidiano 10/06/2021 ás 18:02h
Cotidiano 05/06/2021 ás 16:38h
Ponta Grossa 08/06/2021 ás 10:57h
v
Publicidade

LIVES RECENTES

Ao Vivo
ao vivo | 11/06/2021 ás 17:17h

Plano de Saúde São Camilo realiza campanha em PG

Líder do Governo Bolsonaro conversa com o Portal aRede
ao vivo 11/06/2021 ás 16:03h
Palmeira atualiza inventário turístico e projeta retomada
ao vivo 10/06/2021 ás 14:07h
Entenda como vai funcionar o novo decreto de PG
ao vivo 10/06/2021 ás 10:34h
Ver Mais
Publicidade

PONTA GROSSA

Ponta Grossa | 11/06/2021 ás 21:12h

Inverno aconchegante Decora Home tem super ofertas

Ponta Grossa 11/06/2021 ás 21:00h
Ponta Grossa 11/06/2021 ás 20:01h
Publicidade
Ponta Grossa 11/06/2021 ás 19:00h
Ponta Grossa 11/06/2021 ás 18:45h
Publicidade

COTIDIANO

Cotidiano | 11/06/2021 ás 20:28h

Muffato inaugura complexo de R$ 270 milhões no Paraná

Cotidiano 11/06/2021 ás 19:45h
Cotidiano 11/06/2021 ás 19:27h
Publicidade
Cotidiano 11/06/2021 ás 19:15h
Cotidiano 11/06/2021 ás 18:30h
Publicidade

VÍDEOS

Ponta Grossa | 11/06/2021 ás 08:51h

Polícia presta homenagem para Subtenente de PG

Ver Mais

CAMPOS GERAIS

Campos Gerais | 11/06/2021 ás 20:10h

Cleonice quer empresas para Fernandes Pinheiro

Campos Gerais 11/06/2021 ás 20:00h
Campos Gerais 11/06/2021 ás 17:30h
Publicidade
Campos Gerais 11/06/2021 ás 17:00h
Campos Gerais 11/06/2021 ás 16:40h
Publicidade

MIX

Mix | 11/06/2021 ás 07:52h

Faustão segue internado em SP para tratar infecção urinária

Mix 10/06/2021 ás 14:03h
Mix 09/06/2021 ás 09:00h
Publicidade
Mix 05/06/2021 ás 06:45h
Mix 05/06/2021 ás 05:45h
Publicidade

ESPORTE

Esporte | 11/06/2021 ás 08:07h

Grêmio, Fortaleza, Atlético e Vitória avançam na Copa do BR

Esporte 10/06/2021 ás 07:28h
Esporte 09/06/2021 ás 17:55h
Publicidade
Esporte 09/06/2021 ás 09:42h
Esporte 09/06/2021 ás 07:29h
Publicidade

VAMOS LER

Vamos Ler | 10/06/2021 ás 19:54h

Cata-ventos marcam luta contra trabalho infantil em Irati

BOM DIA ASTRAL

Bom Dia Astral | 11/06/2021 ás 06:00h

Confira seu horóscopo para esta sexta-feira (11/06)

Publicidade

ROMULO CURY

Romulo Cury | 11/06/2021 ás 06:30h

Confira a Coluna RC desta sexta-feira (11-06)

EMPREGOS

Empregos | 10/06/2021 ás 19:30h

Confira as vagas de emprego desta sexta-feira (11/06)

Publicidade
Publicidade