Empreendedores reinventam festa junina na pandemia

Empreendedores enxergam oportunidades para que as festividades se adaptem à nova realidade, sem deixar de ser comemoradas

Além de ser uma das manifestações culturais mais tradicionais no Brasil, as festas juninas também geram empregos, movimentam a economia e divertem nesta época do ano. Com a política de distanciamento social, empreendedores buscam alternativas para a festividade.

A jovem Gabriele Maroqui, de 19 anos, é aprendiz em uma fábrica de caminhões em Ponta Grossa, região dos Campos Gerais. Na pandemia, ela e seus colegas foram liberados temporariamente da rotina da empresa e, com o tempo ocioso, viu uma oportunidade de negócio durante o período das festas juninas.

“Sempre ajudei minha avó a vender salgados e doces sob encomenda. Com o tempo livre na pandemia, decidi montar cestas com produtos típicos de festa junina, como cachorro quente, pipoca, quentão, maçã do amor, paçoca e outros. Nesses três primeiros dias do mês, já foram mais de 20 encomendas”, comemora.

A divulgação e venda das cestas é feita totalmente via internet, utilizando as redes sociais como WhatsApp, Facebook, Instagram e Twitter. Com entrega dos produtos em domicílio, o valor depende da localização do cliente. As cestas custam R$50.

Em Maringá, Gilmara Passos Avelar, da Gildecor Mini Festas, aluga cenários para decorar festas juninas em casa. É possível contratar os serviços de decoração e montagem ou na modalidade pegue-e-monte os cenários menores. A empreendedora está animada com a procura pelos modelos com tema junino e de fazendinha.  “Já estamos com a agenda cheia de reservas para as festas juninas”, comemora.

Gilmara, que também trabalha como professora, conta que começou a trabalhar com decoração por afinidade, até que profissionalizou o negócio há dois anos. O serviço desde o início foi voltado para festas pequenas e tem gerado mais demandas no atual contexto.

“Tivemos um baque quando a pandemia começou, mas depois o efeito foi contrário e estou trabalhando mais que antes. As pessoas não vão deixar de comemorar as datas festivas, mas farão isso em casa. Essa época de festa junina é uma oportunidade de ampliar os negócios aproveitando os novos hábitos que as pessoas estão adotando”, diz.

Para a consultora do Sebrae/PR, Maria Isabel Guimarães, o consumo dos alimentos típicos deve ser menor do que em períodos juninos normais, mas o agricultor deve manter a produção.

“O consumo deverá se manter, mas em uma escala menor. As pessoas querem comemorar essa festa tão tradicional, mas agora dentro de suas casas. Por isso, a produção também deve ser incentivada. O empreendedor precisa estar de olho nas oportunidades para que possa surpreender essas famílias, investindo no e-commerce e delivery. São maneiras ótimas de chegar ao consumidor final”, indica. 

Confira seu horóscopo para esta Segunda-feira (29/06)

Confira seu horóscopo para esta Segunda-feira (29/06)...

Imagem de Sant’Ana restaurada será entregue nesta sexta

Imagem de Sant’Ana restaurada será entregue nesta sexta...

Brasileirão da Série B deve retornar em agosto

Brasileirão da Série B deve retornar em agosto...

Plauto confirma R$ 3,3 milhões para Imbituva e Tibagi

Plauto confirma R$ 3,3 milhões para Imbituva e Tibagi...

Paraná pode colher 40,9 milhões de toneladas de grãos

Paraná pode colher 40,9 milhões de toneladas de grãos...

Rangel promete ‘cinturão de segurança’ para proteger Aeroporto

Rangel promete ‘cinturão de segurança’ para proteger Aeroporto...

Governo vai definir protocolos de retorno às aulas

Governo vai definir protocolos de retorno às aulas...

Prazo para envio da declaração do IR termina na terça-feira

Prazo para envio da declaração do IR termina na terça-feira...

PSL forma novo diretório municipal em Ponta Grossa

PSL forma novo diretório municipal em Ponta Grossa...

Vinícius Camargo reforça combate ao uso de drogas

Vinícius Camargo reforça combate ao uso de drogas...

Cury defende retorno do Campeonato Paranaense

Cury defende retorno do Campeonato Paranaense...

PR completa mais uma semana sem novos casos de sarampo

PR completa mais uma semana sem novos casos de sarampo...

Aliel propõe auxílio aos profissionais da Saúde

Aliel propõe auxílio aos profissionais da Saúde...

Rua do Mate valoriza cultura e a produção de São Mateus do Sul

Rua do Mate valoriza cultura e a produção de São Mateus do Sul...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS