Chuvas de junho ficam abaixo da média histórica no PR

Levantamento do Simepar mostra que acumulado do mês passado foi de 1.209,4 milímetros ou 84,4% da estimativa para os 13 municípios pesquisados. Índice reforça a necessidade do uso racional da água

Choveu um pouco mais em junho no Paraná em relação aos últimos dois meses, mas, ainda assim, o volume ficou abaixo da média histórica para o período. Levantamento feito pelo Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), em 13 cidades do Estado, revelou que a precipitação acumulada no mês passado foi de 1.209,4 milímetros ou 84,4% dos 1.432,2 mm estimados para o mesmo conjunto de municípios. Em maio o índice ficou em 1.119,4 mm e em abril, o mais seco da série história no Estado, em 369 mm.

Números que reforçam a necessidade do uso racional da água. Curitiba e Região Metropolitana seguem em um rodízio no abastecimento desde o ano passado, com intervalo de 60 horas de fornecimento e 36 horas com suspensão. O mesmo vale para as cidades de Santo Antônio do Sudoeste e Pranchita, ambas na Região Sudoeste. Nesses casos, porém, o rodízio é menos severo, programado para apenas um período do dia em determinada região da cidade.

Atualmente, de acordo com a Sanepar, a média dos reservatórios do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) é de 55,10%, pouco superior ao registrado no fim de maio (53,17%). O conjunto é composto pela Barragem Iraí (43,84%), Barragem Passaúna (57,92%), Barragem Piraquara 1 (55,61%) e Barragem Piraquara 2 (79,44%). Para o fim da interrupção parcial do fornecimento, a companhia espera que o índice chegue a 80%.

CURITIBA - Na Capital choveu em junho 89,2% do volume esperado – 96,4 mm para uma média histórica de 108 mm. Por isso, a Sanepar mantém o alerta de economia de água pela população, orientando o uso prioritário para alimentação e higiene pessoal.

As dicas são para reduzir o tempo de banho, manter a torneira fechada enquanto se escova os dentes e se faz a barba. Deve-se acumular roupa e louça para lavar de uma só vez. A lavagem da calçada, quintal, carro e rega de jardim devem ser feitas com água reaproveitável e não potável.

“O esforço da Sanepar é para manter o nível dos reservatórios estáveis e a expectativa é de que as chuvas previstas para dentro da média melhorem a condição hídrica e ajudem a manter o abastecimento de água”, avaliou o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchoroski.

Como consequência da estiagem, o Governo do Estado decretou em maio nova situação de emergência hídrica na Região Metropolitana de Curitiba e no Sudoeste do Estado. O decreto 7.554/21 tem validade de 90 dias e é assinado um ano após medidas semelhantes terem sido adotadas para minimizar os impactos da crise hídrica, que se estende há pelo menos dois anos.

LITORAL E INTERIOR – Meteorologista do Simepar, Samuel Braun afirmou que apenas duas das 13 cidades pesquisadas – Foz do Iguaçu (Oeste) e Guaratuba (Litoral) – superaram a média histórica em junho. Já Londrina, no Norte, apresentou o pior índice: apenas 42,7% do esperado para o período.

“A chuva foi irregular em junho, uma característica do período. Ainda assim, algumas cidades conseguiram superar ou ficar próximas da média, o que é importante para o abastecimento de água. A precipitação foi maior no Oeste, Sudoeste e Sul do Paraná”, explicou. “A previsão para julho e agosto, contudo, é de meses mais secos, abaixo da média. Até o próximo dia 15 não temos indicativos de chuvas fortes pela frente no Estado”, acrescentou.

Confira quanto choveu em junho nos 13 pontos do Paraná analisados pelo Simepar
CURITIBA
Junho 2021: 96,4 mm
Média do período: 108 mm
Porcentual: 89,2%

LONDRINA
Junho 2021: 39,2 mm
Média do período: 91,6 mm
Porcentual: 42,7%

MARINGÁ
Junho 2021: 50 mm
Média do período: 85,5 mm
Porcentual: 58,4%

CASCAVEL
Junho 2021: 95 mm
Média do período: 125 mm
Porcentual: 76%

FOZ DO IGUAÇU
Junho 2021: 134 mm
Média do período: 118 mm
Porcentual: 113,5%

GUARAPUAVA
Junho 2021: 132,8 mm
Média do período: 158,4 mm
Porcentual: 83,8%

PONTA GROSSA
Junho 2021: 74,6 mm
Média do período: 105,3 mm
Porcentual: 70,8%

FRANCISCO BELTRÃO
Junho 2021: 136,6 mm
Média do período: 160 mm
Porcentual: 85,3%

CAMPO MOURÃO
Junho 2021: 103 mm
Média do período: 125 mm
Porcentual: 82,4%

GUARATUBA
Junho 2021: 185 mm
Média do período: 124,3 mm
Porcentual: 148,8%

PARANAVAÍ
Junho 2021: 46,4 mm
Média do período: 72,2 mm
Porcentual: 64,2%

UMUARAMA
Junho 2021: 73,6 mm
Média do período: 96,5 mm
Porcentual: 76,2%

CAMBARÁ
Junho 2021: 42,8 mm
Média do período: 62,4 mm
Porcentual: 68,5%

PARANÁ (13 CIDADES)
Junho 2021: 1.209,4 mm
Média do período: 1.432,2 mm
Porcentual: 84,4%

 

Alphaville consolida R$ 50 mi de investimentos em PG

Alphaville consolida R$ 50 mi de investimentos em PG...

DAF amplia mercado e já supera 2020 em vendas

DAF amplia mercado e já supera 2020 em vendas...

Cerimônia oficializa Comitê Avança Campos Gerais

Cerimônia oficializa Comitê Avança Campos Gerais...

Lojas MM e Prestes selam parceria e criam 'casa modelo'

Lojas MM e Prestes selam parceria e criam 'casa modelo'...

Datena anuncia saída da TV para concorrer à Presidência

Datena anuncia saída da TV para concorrer à Presidência...

O segredo das pessoas de sucesso em oito passos simples

O segredo das pessoas de sucesso em oito passos simples...

Castro inicia obras no acesso do novo terminal rodoviário

Castro inicia obras no acesso do novo terminal rodoviário...

Klabin doa equipamentos para o setor de saúde de Tibagi

Klabin doa equipamentos para o setor de saúde de Tibagi...

A nova Souza Naves, enfim, é uma realidade

A nova Souza Naves, enfim, é uma realidade...

Arapoti garante alimento para a população vulnerável

Arapoti garante alimento para a população vulnerável...

Grupo aRede estreia quadro sobre Política nesta sexta-feira

Grupo aRede estreia quadro sobre Política nesta sexta-feira...

DAF abre vagas para Programa Jovem Aprendiz

DAF abre vagas para Programa Jovem Aprendiz...

Aliel quer reverter corte de orçamento na área da Ciência

Aliel quer reverter corte de orçamento na área da Ciência...

Campanha de Natal fomenta a economia em Telêmaco Borba

Campanha de Natal fomenta a economia em Telêmaco Borba...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS