Crise política e a pandemia

O problema não é mudar a chefia da Polícia Federal; o ponto central que deve nortear um debate é saber qual a razão para a indicação de um outro nome. A exoneração de Maurício Valeixo, da PF, desencadeou uma crise sem precedente. Politicamente, Jair Bolsonaro, demonstrou muitas fragilidades e incapacidade de definir prioridades. O que menos o Brasil precisa, nesta época de pandemia, são problemas extras. Mexer no órgão policial, apenas para dizer que esta medida é privativa do presidente da República, é um argumento ralo. Além disso perdeu Sérgio Moro, que se demitiu do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A ‘guerra de versões’ é uma situação normal. Entretanto, o Brasil se enquadra da definição de um ‘barco à deriva’. Bolsonaro provavelmente sofrerá perdas significativas. O núcleo duro de sua base social poderá entrar em parafuso, envolto em um carrossel de conflitos e divisões. O governo tende a ter maiores dificuldades para recompor seu jogo parlamentar e para lidar com desconfiança crescente do empresariado sobre a estabilidade de sua administração.

A saída de Moro enfraquece o presidente enquanto a resposta anticientífica à pandemia do novo coronavírus acirra o conflito político. Após o anúncio da demissão de Moro, foi possível escutar "panelaços em bairros centrais de cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Pernambuco, Curitiba e Porto Alegre exigindo a renúncia do presidente Bolsonaro.

A crise política vai se agravar. Ontem, o deputado ponta-grossense, Aliel Machado, propôs a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara Federal para apurar a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas investigações da Polícia Federal. O pedido é fundamentado nas declarações do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, que ao anunciar hoje sua demissão, afirmou que Bolsonaro teria decidido trocar o comando da PF para ter acesso às investigações da corporação.

Toque de recolher volta a ser desrespeitado em PG

Toque de recolher volta a ser desrespeitado em PG...

Vacinação contra a Covid-19 inicia nesta terça-feira em PG

Vacinação contra a Covid-19 inicia nesta terça-feira em PG...

Stocco quer acabar com concessão de ‘diárias’ na Câmara de PG

Stocco quer acabar com concessão de ‘diárias’ na Câmara de PG...

Cidades da região elaboram planos para volta às aulas

Cidades da região elaboram planos para volta às aulas...

Prefeitura de PG perde R$ 90 mi com inadimplência

Prefeitura de PG perde R$ 90 mi com inadimplência...

PG prioriza investimento em tecnologia na área de segurança

PG prioriza investimento em tecnologia na área de segurança...

Detran-PR congela tabela de taxas cobradas no estado

Detran-PR congela tabela de taxas cobradas no estado...

PG garante castração gratuita de cães e gatos

PG garante castração gratuita de cães e gatos...

PG supera 9 mil casos ativos e 247 óbitos pela Covid

PG supera 9 mil casos ativos e 247 óbitos pela Covid...

Sanepar parcela dívidas em até 60 vezes

Sanepar parcela dívidas em até 60 vezes...

Prefeitura realizará ligação entre bairros em PG

Prefeitura realizará ligação entre bairros em PG...

Jovem encontrada no Lago de Olarias morre no hospital

Jovem encontrada no Lago de Olarias morre no hospital...

Ênio Camargo Queiroz, o Zoca, morre aos 70 anos

Ênio Camargo Queiroz, o Zoca, morre aos 70 anos...

Amazonas recebe geradores de oxigênio do Ministério da Saúde

Amazonas recebe geradores de oxigênio do Ministério da Saúde...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS