Cadeia logística nos portos trará geração de emprego e renda

Presidente da Portos do Paraná fala como entrada e saída de produtos permite recuperação da economia local

O diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, foi o último entrevistado do painel digital de debates do Portal aRede e Jornal da Manhã em decorrência do lançamento do livro-anuário Caminhos dos Campos Gerais 2020. O tema ‘região mais forte’ no pós-pandemia, foi debatida com o gestor, que elencou a importância da cadeia logística que sai e entra dos municípios, gerando emprego, renda, investimentos e riquezas para os Campos Gerais e todo o Paraná.

Segundo o presidente da empresa pública que gere os portos de Antonina e Paranaguá, o trabalho é fundamental para que os custos sejam sempre menores para os produtores. Isso porque a concorrência é muito forte: apesar da distância de cerca de 400 quilômetros do Porto de Santos e 200 quilômetros dos portos catarinenses, sem as devidas medidas a serem tomadas, os produtos e insumos podem não ser levados ao litoral paranaense, por possuírem maiores custos agregados.

“O porto hoje não detém nenhum produtor como refém. A partir que temos esse ambiente concorrencial instalados, ações que melhoram cada vez mais a eficiência são exigidas”, explica Garcia. Segundo ele, muitas vezes o frete compensa ser pago para São Paulo ou Santa Catariana, o que onera a economia paranaense e gera dividendos para outros estados. Dessa forma, a Portos do Paraná vem investindo para que, principalmente na pandemia, as riquezas fiquem nas terras paranaenses e permitam mais rápida recuperação econômica.

“É essa atenção que estamos tendo a todo momento, com investimentos nas melhorias operacionais, uma boa estrutura portuária. Nosso objetivo é ofertar serviços de qualidade com os melhores custos. Estruturamos projetos de recepções ferroviárias, novos terminais, licitações portuárias que vão destinar melhores serviços e estruturação marítima. Estamos desenvolvendo ações estruturais que brevemente surtirão efeitos para a cadeia logística, onde teremos a condição de ofertar mais serviços com melhor qualidade e com menor preço”, conta o presidente.

A geração de emprego e renda também serão focos para que a Portos do Paraná possa permitir essa retomada da economia. Garcia cita um contrato de arrendamento com a empresa Klabin, que terá um termina portuário que irá trazer novos postos de trabalho durante sua criação e, posteriormente, na operação. Ainda, e consequentemente, a cadeia logística já citada pelo gestor será ainda mais fomentada.

O presidente fala sobre as projeções para gerar ainda mais dividendos ao Paraná e, consequentemente, contribuir para a antecipação do pós-pandemia. “O movimento portuário continua bom. Registramos, até o mês de agosto, um pouco mais de 38 milhões de toneladas. Isso representa quase 10% maior no mesmo período do ano passado. Temos uma projeção muito positiva para os próximos”, conclui.

Painel contou com cinco lideranças do Paraná e região

Em quatro dias, o painel digital de debates do Portal aRede e Jornal da Manhã, trouxe a óptica de como as instituições financeiras, a indústria, as prefeituras, o comércio, serviço e turismo, o Governo do Estado e a atividade portuária, com ênfase na agricultura estão se organizando para a recuperação da economia nos Campos Gerais e em todo o Paraná.

O principal ponto entre os cinco presidentes entrevistados no painel especial do livro-anuário Caminhos dos Campos Gerais foi a união de força entre os setores, com citações da parceria entre as entidades e instituições, empresas e governos. As lives realizadas entre os dias 4 a 10 de setembro estão disponíveis no Portal aRede, além do Facebook e Youtube do canal de conteúdos digitais.

Cesta básica sobe e arroz tem alta de 30,33% em PG

Cesta básica sobe e arroz tem alta de 30,33% em PG...

PRF registra 151 acidentes com 15 mortes no feriadão

PRF registra 151 acidentes com 15 mortes no feriadão...

Ação promove o resgate de abelhas no Paraná

Ação promove o resgate de abelhas no Paraná...

Doe Amor da Unimed Ponta Grossa faz arrecadação especial

Doe Amor da Unimed Ponta Grossa faz arrecadação especial...

Contran proíbe radares ocultos e restringe lombadas

Contran proíbe radares ocultos e restringe lombadas...

Pauliki propõe solução para ‘gargalo na Av. Souza Naves

Pauliki propõe solução para ‘gargalo na Av. Souza Naves...

Mabel Canto convoca live e candidatura própria ganha força

Mabel Canto convoca live e candidatura própria ganha força...

PG investe para recuperar da iluminação em praças e parques

PG investe para recuperar da iluminação em praças e parques...

JM e aRede levam você ao Cine Flexx Drive-In nesta quinta

JM e aRede levam você ao Cine Flexx Drive-In nesta quinta...

Inscrições para concurso de desenho vão até o fim do mês

Inscrições para concurso de desenho vão até o fim do mês...

Cultura promove ciclo de diálogos sobre Lei Aldir Blanc

Cultura promove ciclo de diálogos sobre Lei Aldir Blanc...

Feriado teve mais acidentes, feridos e mortos nas estradas

Feriado teve mais acidentes, feridos e mortos nas estradas...

Paraná é o segundo estado que mais realiza exames RT-PCR

Paraná é o segundo estado que mais realiza exames RT-PCR...

Falta de atenção é principal causa de acidentes nas estradas

Falta de atenção é principal causa de acidentes nas estradas...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS