Parceria entre universidade e empresas

Por Gustavo Pagotto Simões


O mundo hoje vive às voltas com diversos desafios. Um deles, mais recente, e que ainda coloca em xeque uma série de questionamentos, é a Covid-19. O surgimento desse vírus voraz, que assolou economias e matou mais de 4,5 milhões de pessoas, mostrou um fato: a importância de se investir em pesquisa e inovação, e o quanto a universidade e o mundo empresarial devem andar de mãos dadas.
A chegada do SARS-CoV-2 pegou todo mundo desprevenido. O vírus não pediu licença para entrar, ele derrubou portas de nações, de empresas e da sociedade, fazendo um grande estrago. No entanto, quem já tinha o olhar voltado para a busca de inovação conseguiu rapidamente encontrar soluções para lidar com a pandemia e contribuir para a contenção do vírus.
E não existe pesquisa e desenvolvimento de fato, se não temos a colaboração do mundo acadêmico. Posso falar isso por conta própria, pois vivemos essa experiência na Nanox. Como já temos um DNA forte voltado para a pesquisa e inovação - pensamos nisso o tempo todo - e pudemos colocar em prática essa premissa para tentar reduzir a força da pandemia em nossos negócios, mas também fazer a nossa parte de contribuir com alguma solução que pudesse ajudar a barrar a ferocidade do SARS-CoV-2.
Nesse momento, aquela máxima que diz que "a união faz a força" nunca foi tão verdade. Demos as mãos para diversos pesquisadores da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e partimos para uma jornada de descobertas. Enquanto a universidade viabilizava possibilidades, nós nos encarregamos de fazer todas as testagens.
As investigações experimentais foram acompanhadas por cálculos e simulações, feitas por meio de métodos e técnicas avançadas de mecânica quântica, que permitiu a descoberta de tecnologia de prata que eram capazes de inativar o SARS-CoV-2 em poucos minutos, dependendo do material onde era aplicado.
Essa inovação possibilitou a criação da primeira máscara de proteção contra a Covid-19, com eficácia de mais de 99% de eliminação do novo coronavírus por contato. Fico pensando em quantas milhares de vidas essa inovação permitiu que fossem poupadas da morte ou da contaminação.
Graças à parceria entre iniciativa privada e universidade, conseguimos destinar essa inovação ao mercado em pouquíssimo tempo - poucos meses após o início da pandemia. A partir daí, um mundo de possibilidades se abriu para sua aplicação: das máscaras, passaram a fazer parte de roupas, uniformes, toalhas de mesa, roupa de cama, pisos, filmes plásticos, móveis, entre outros.
Até o momento, a tecnologia já foi empregada em três mil metros quadrados de tecidos por empresas como Delfim Tecidos e outras; em 500 milhões de toneladas de plásticos produzidos por várias empresas, como a AlpFilm, Polofilmes e Promaflex; 60 toneladas de papel fabricados pela indústria Irani; um milhão de metros quadrados de madeira pela Duratex e Guararapes; e em oito milhões de metros quadrados que saíram da fábrica da JBS Couros.
Além da prática, colocamos no papel toda essa experiência em um artigo científico, cujo título é "SIO2-Ag Composite as a Highly Virucidal Material: A Roadmap that Rapidly Eliminates Sars-Cov-2", que foi publicado em março deste ano na revista internacional Nanomaterials. O assunto despertou tanto a atenção da academia - foram feitos mais de 1.300 downloads do material até o momento - e o artigo foi considerado um "hot paper" pela editora.
O material foi escrito a várias mãos, por uma equipe multidisciplinar liderada pelos pesquisadores Elson Longo, professor do Departamento de Química da UFSCar e diretor do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF); Juan Andrés, professor do Departamento de Química Física e Analítica da Universitat Jaume, da Espanha; além de mim e Daniel Minozzi, fundadores e diretores da Nanox Tecnologia.
Além de possibilitar inovações que podem mudar o mundo, ter a chancela de uma universidade em produtos e soluções, se traduz em confiança sobre o resultado. Que as mãos da academia estejam sempre entrelaçadas com a iniciativa privada. Todos só têm a ganhar com essa união.

Gustavo Pagotto Simões é Doutor em Química pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), co-fundador e Diretor da Nanox.

PG aplica dose de reforço neste sábado

PG aplica dose de reforço neste sábado ...

Urgente: Grupo invade casa e mata homem a tiros

Urgente: Grupo invade casa e mata homem a tiros ...

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes ...

PG libera consulta de agendamento de vacinas às crianças

PG libera consulta de agendamento de vacinas às crianças ...

Censo 2022: Inscrições se encerram nesta sexta-feira

Censo 2022: Inscrições se encerram nesta sexta-feira ...

Predominância da Ômicron passa de 85% no Paraná

Predominância da Ômicron passa de 85% no Paraná ...

Paciente revoltado ameaça funcionários de UBS em PG

Paciente revoltado ameaça funcionários de UBS em PG ...

PR estima vacinar mais de 1 MI de crianças entre 5 e 11 anos

PR estima vacinar mais de 1 MI de crianças entre 5 e 11 anos ...

SindServ se reúne com prefeito e faz pedidos à saúde de PG

SindServ se reúne com prefeito e faz pedidos à saúde de PG ...

Estado finaliza a entrega de 90 mil cartões do ‘Comida Boa’

Estado finaliza a entrega de 90 mil cartões do ‘Comida Boa’ ...

A vacina da vida chega hoje às crianças de PG

A vacina da vida chega hoje às crianças de PG ...

Exército busca áreas em PG para novo investimento

Exército busca áreas em PG para novo investimento ...

Homem fica gravemente ferido após ser baleado no Dallabona

Homem fica gravemente ferido após ser baleado no Dallabona ...

PM realiza apreensão de drogas em estabelecimento de PG

PM realiza apreensão de drogas em estabelecimento de PG ...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

REDES SOCIAIS