Estiagem ainda é severa e exige ações emergenciais

Desde os primeiros sinais da seca, Sanepar tem adotado medidas para garantir  abastecimento público 

O índice de chuvas registrado nesta primeira quinzena de julho confirma o cenário negativo de precipitações ao longo de 2020 e está 60% abaixo da média histórica, segundo dados do Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar). Essa condição se reflete diretamente nos níveis dos quatro reservatórios de água para abastecimento público na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), que já registram a preocupante média de 34%.

Embora em junho o padrão atmosférico tenha mudado em relação aos meses anteriores, com chuvas que superaram o volume histórico em algumas regiões do Estado, as precipitações concentraram-se em eventos de grande acumulação, como a do último dia do mês.

O “ciclone bomba”, do dia 30 de junho, trouxe ventos de quase 100 quilômetros por hora, causou muitos estragos, principalmente na RMC e no Litoral, mas a chuva que acompanhou provocou apenas um grande escoamento superficial e pouca penetração no solo – conforme explica o Simepar.

BARRAGENS - Sem chuvas suficientes para recuperar o deficit hídrico, em 2020 a Sanepar tem registrado os menores níveis das barragens que compõem o Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba e Região Metropolitana (SAIC) – Iraí, Passaúna, Piraquara I e Piraquara II – desde 2009.

Na Barragem do Iraí, a primeira a ser utilizada pela Sanepar, os níveis foram baixando mês a mês e, na primeira quinzena de julho, chegaram a 15%. No Passaúna, o nível é de 36,5%; Piraquara I, 33%; e Piraquara II, que é a última a ser utilizada e geralmente mantém-se elevada por mais tempo, está com 88%.

“Nos últimos 10 anos, nunca as barragens chegaram a níveis tão baixos. O mais preocupante é que os prognósticos de chuvas para os próximos meses não são promissores, mantendo-se a previsão de que teremos um volume muito abaixo da média histórica”, afirma o diretor de Meio Ambiente da Sanepar, Julio Gonchorosky.

RODÍZIO – A estiagem severa deu sinais ainda em 2019, quando a Sanepar passou a adotar medidas de mitigação da crise hídrica. Primeiramente, na Região de Cascavel, onde começaram os primeiros impactos no abastecimento, com a antecipação de obras de reforço na produção de água.

Em Curitiba e Região Metropolitana, a crise hídrica exigiu em março a implantação de rodízio, a princípio nas áreas abastecidas pelo Rio Miringuava, que apresentava vazão muito baixa, insuficiente para garantir regularidade no fornecimento de água.

Com o passar dos meses, a estiagem acentuou a perda de vazão de rios e poços e dos níveis dos reservatórios da RMC, o que levou a Sanepar a estender a medida de forma igual para toda a região. O rodízio reduz diariamente o fornecimento de água para 20% da população, com a meta de garantir níveis mínimos de reservação do SAIC até o período das chuvas, previsto somente para depois de setembro.

MEDIDAS EMERGENCIAIS – Além disso, a Sanepar antecipou obras e implantou captações emergenciais que aumentam o volume de água para abastecimento público. O decreto de crise hídrica do Governo do Estado, de 7 de maio, deu agilidade à Companhia em captação de água em cavas e pedreiras da região, em Fazenda Rio Grande, Pinhais, São José dos Pinhais e Campo Magro.

“São ações mitigatórias que complementam o esforço da população em economizar água. Sem o uso racional da água e sem essas captações emergenciais, o sistema pode colapsar”, diz Gonchorosky.

 

Estrada do Catanduvas recebe obras de pavimentação

Estrada do Catanduvas recebe obras de pavimentação...

Fiscalização aponta para desrespeito ao isolamento em Tibagi

Fiscalização aponta para desrespeito ao isolamento em Tibagi...

Força Tarefa fiscaliza consumo de bebidas alcóolicas em TB

Força Tarefa fiscaliza consumo de bebidas alcóolicas em TB...

Piraí do Sul confirma segunda morte pela Covid-19

Piraí do Sul confirma segunda morte pela Covid-19...

Confira seu horóscopo para este Domingo (19/07)

Confira seu horóscopo para este Domingo (19/07)...

Confira a Coluna RC deste Sábado (18-07)

Confira a Coluna RC deste Sábado (18-07)...

Confira seu horóscopo para este Sábado (18/07)

Confira seu horóscopo para este Sábado (18/07)...

Documentário gravado na região é selecionado para festival internacional

Documentário gravado na região é selecionado para festival internacional...

Charge da edição deste fim de semana (17, 18 e 19/07/2020) do JM

Charge da edição deste fim de semana (17, 18 e 19/07/2020) do JM...

Paraná deverá gerar R$ 100 bi em riquezas no campo

Paraná deverá gerar R$ 100 bi em riquezas no campo...

PG não pode esmorecer

PG não pode esmorecer...

É hora da virada contra o vírus

É hora da virada contra o vírus...

95% das empresas estão em atividade em PG

95% das empresas estão em atividade em PG...

Olé Propaganda integra empresas e cria Grupo OP

Olé Propaganda integra empresas e cria Grupo OP...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS