Rangel anuncia hospital de R$ 90 milhões em parceria com o São Camilo

Prefeito confirmou investimento durante entrevista e garantiu que primeira etapa das obras, que já estão em andamento, serão entregues até o fim de 2019.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã e ao portal aRede, o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PSDB) confirmou que o município deve contar com um novo hospital até o final de 2019. Trata-se de um investimento de R$ 90 milhões da Fundação São Camilo, que já possui unidades locais e planeja concentrar todo o trabalho em um único imóvel. A obra, localizada na Rua Siqueira Campos, já está em andamento. O prefeito ainda revelou que o trabalho total, concentrado entre dois ou três anos, deve liberar mais de 300 novos leitos para a cidade.

Durante a entrevista, Rangel também avaliou o trabalho de 2018 no município. Para ele, o maior legado do 6º ano de gestão foi o crescimento e o fortalecimento da área de Educação, com 85% das escolas municipais em tempo integral, e da Saúde, com a criação de novas UBS e ampliação do serviço de atendimento.

Jornal da Manhã: O município deve receber um novo investimento hospitalar muito em breve. Como estão as tratativas?

Marcelo Rangel: Aproveito para fazer o anúncio de um investimento de R$ 90 milhões em um novo hospital para Ponta Grossa. A Fundação São Camilo está fazendo essa nova obra para concentrar todos os serviços hospitalares em um hospital só: o Hospital Vicentino, o atendimento psiquiátrico e as unidades laboratoriais. É um investimento importante porque estamos falando do aumento de mais de 300 leitos, que trabalharão também em parceria com o município para suprir as demandas locais. As obras já estão em construção na Rua Siqueira Campos e a primeira etapa deve ser entregue até o dia 31 de dezembro de 2019, já incluindo o São Camilo psiquiátrico. Ao todo serão entre dois e três anos de trabalhos para finalizar o hospital.

 

JM: E como foi o trabalho do governo para viabilizar este empreendimento? Como vai funcionar a parceria com o hospital?

Rangel: A prefeitura está entrando em regime pleno na área da Saúde. Com este regime, teremos a gestão direta dos hospitais porque vamos trabalhar com a parte orçamentária de todos eles. Teremos uma melhor gestão do SUS e também uma distribuição equânime para que se tenha maior produtividade em todos os hospitais. Ganham os hospitais, com mais produtividade, atendimentos e maiores repasses do governo federal. A obra permitirá que o [Hospital] Vicentino e São Camilo concentrem todos os serviços em um só hospital. Será o maior hospital de Ponta Grossa e com isso iremos ampliar o atendimento em outras áreas.

A Fundação São Camilo já é parceira do município. Nos ajuda com o fornecimento de leitos e também na questão psiquiátrica. Com a concentração no mesmo hospital, vai ampliar o atendimento à Saúde. E a partir daí, trabalharemos também com Santa Casa, Bom Jesus, Hospital Municipal da Criança e o Regional. É uma rede invejável de hospitais.

 

JM Além desta obra, notamos em 2018 um investimento muito grande na questão da infraestrutura. Que balanço o prefeito faz deste trabalho e o que projeta para o próximo ano?

Rangel: 2018 foi um grande ano para a cidade. Foi muito produtivo e o reflexo disso veio no crescimento do PIB. Nós tivemos investimentos importantes em infraestrutura, pavimentação, praças públicas, além de equipamentos para esporte, bem-estar da população... Foi um avanço muito significativo. Mas certamente o trabalho mais impactante é na Educação. Ultrapassamos 85% de escolas em tempo integral. Foram investimentos volumosos nas escolas e Cmeis.

Mas não tenho dúvidas de que 2019 e 2020 serão muito melhores, porque conseguimos colocar as contas do município em situação regular, diminuindo a inadimplência que era altíssima. Queremos no próximo ano colocar Ponta Grossa ainda mais em destaque com a questão da Justiça Fiscal. Vamos continuar este trabalho em fevereiro com o ‘Passe IPTU’, para que os adimplentes possam ter acesso mais facilitado ao transporte público.

Ainda temos obras importantes em andamento, como a Carlos Cavalcanti, a Rua do Rosário, a ligação do Distrito Industrial com a Siqueira Campos... E já temos assegurado os investimentos em relação à infraestrutura. Iniciaremos 2019 como um canteiro de obras nunca visto na nossa história.

 

JM: Além de uma relação muito próxima com o futuro governador Ratinho Junior, Ponta Grossa ganhou um representante em uma das principais pastas do próximo governo – Sandro Alex na Infraestrutura e Logística. Como deve ser este contato com o Estado a partir de 2019?

Rangel: Temos alinhamento tanto estadual quanto federal. Recentemente um dos nosso deputados se tornou secretário, e isso representa uma grande vitória para o município. Estamos falando da principal secretaria de desenvolvimento nesta área tão importante e que é o maior desafio da cidade. Temos uma proximidade muito grande com o governo federal. Tenho acessos muito interessantes e acredito que a cidade terá destaque e avançará com os investimentos. Nossa expectativa é a melhor possível para 2019 e 2020. Queremos trabalhar com a desburocratização imediata, já que o tempo é curto para tantas obras como a gente prevê. Destaco a obra do Lago de Olarias, que já temos data para a inauguração: vamos inaugurar no final de maio o primeiro lago e logo na sequência iniciar o processo licitatório do segundo lago. Queremos entregar os dois em funcionamento até o final da nossa gestão.

 

JM: Como deve ser a relação com a Câmara Municipal com a chegada de Daniel Milla à presidência da Mesa Executiva?

Rangel: A melhor possível. Considero que a vitória do Milla para a presidência foi uma vitória retumbante da base governista. Mesmo eu não tendo participado efetivamente desta eleição no Legislativo em respeito à autonomia da Câmara, eu torci como prefeito para que nossos aliados fossem vitoriosos. E foi uma vitória muito esmagadora, que demonstra que o governo está cada vez mais fortalecido. As eleições de 2018 já mostraram isso também. Tivemos uma vitória retumbante no governo do Estado e nosso representante federal também fez uma votação expressiva. Isso demonstra que a população está apoiando o governo.

JM: Apesar da distância para as eleições de 2020, o prefeito já estuda algum nome para ser o sucessor do trabalho que vem sendo realizado? Como estão as tratativas?

Rangel: Em relação à sucessão, só vamos trabalhar um nome ao governo municipal a partir de maio de 2020. Até lá, nós não temos nada definido. Temos grandes nomes no nosso grupo, mas nosso objetivo é trabalhar para entregar todas as obras e projetos programados. Não pensamos nas eleições municipais agora. Em maio de 2020 estaremos reunindo o grupo para dar o apoio incondicional ao nome escolhido. Mas só vamos pensar em meio. Neste momento estamos focados no trabalho. Tenho comigo a seguinte premissa: não existe nada mais forte na política que o resultado. Vamos trabalhar em 2019 e 2020 para fazer o maior número de realizações que vão projetar os nossos representantes na sucessão do governo.

 

JM: Na sua opinião, qual o maior legado deixado pelo governo de Marcelo Rangel em 2018?

Rangel: Sem dúvida estão nas áreas de Educação e Saúde. A Saúde com os investimentos no hospitais, nos novos postos, na nossa UPA que ganhou destaque internacional. E na Educação, com o projeto de escolas em tempo integral, possibilitou alimentação de qualidade e preparação para o futuro. Estamos fazendo com que as escolas disputem de igual para igual com as instituições particulares, com estrutura invejável por qualquer outra cidade.

Aliel e Bolsonaro se unem para ajudar família de Castro

Aliel e Bolsonaro se unem para ajudar família de Castro...

Governador conhecerá cadeia do leite da região nesta quinta

Governador conhecerá cadeia do leite da região nesta quinta...

VBP supera R$ 600 bi e será 2º maior da história

VBP supera R$ 600 bi e será 2º maior da história...

Referência para o Brasil

Referência para o Brasil...

Organizar o sistema prisional é pensar na segurança de todos

Organizar o sistema prisional é pensar na segurança de todos...

Capa da edição desta quinta-feira (15/08/2019) do JM

Capa da edição desta quinta-feira (15/08/2019) do JM...

Vagas na Agência do Trabalhador para quinta-feira (15/08)

Vagas na Agência do Trabalhador para quinta-feira (15/08)...

Marco das startups deve ser encaminhado ao Congresso

Marco das startups deve ser encaminhado ao Congresso...

Piracanjuba confirma aporte de R$ 110 mi no Paraná

Piracanjuba confirma aporte de R$ 110 mi no Paraná...

Charge da edição desta quinta-feira (15/08/2019) do JM

Charge da edição desta quinta-feira (15/08/2019) do JM...

IMM renova convênio para capacitação de detentos

IMM renova convênio para capacitação de detentos...

Clube de Robótica busca promover inclusão

Clube de Robótica busca promover inclusão...

Reconhecimento facial pode ser implantado nas escolas do PR

Reconhecimento facial pode ser implantado nas escolas do PR...

Procon Ponta Grossa inova e terá polo avançado do TJPR

Procon Ponta Grossa inova e terá polo avançado do TJPR...
Comentários

Deixe uma resposta

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Últimas Notícias

Capa do Dia

CHARGE DO DIA

REDES SOCIAIS