Tite confirma Brasil com DNA ofensivo diante de Gana

Seleção brasileira joga amistoso na próxima sexta na França

Seleção brasileira joga amistoso na próxima sexta na França
Seleção brasileira joga amistoso na próxima sexta na França -

Agência Brasil

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

O técnico Tite confirmou que o Brasil enfrentará Gana, na próxima sexta-feira (23) no estádio Océane, em Le Havre, com uma formação muito ofensiva, que contará com um quinteto ofensivo composto por Paquetá, Neymar, Raphinha, Richarlison e Vinícius Júnior. O amistoso será o penúltimo antes do início da Copa do Catar (que terá o jogo inaugural no dia 20 de novembro).

Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (21), o comandante do time do Brasil afirmou que esta formação é fruto do talento destes jogadores, que representam uma nova geração do futebol brasileiro: “[A característica] não é minha, mas é da característica e do talento deles. É da característica e do talento dos atletas, de uma nova geração, que foram reconhecidos por técnicos da base. [Técnicos] que fizeram esses garotos amadurecerem e vestirem a camisa da seleção com tanta expectativa, responsabilidade e alegria”.

Além do jovem quinteto ofensivo, a seleção brasileira contará com cinco defensores muito experientes, com destaque para a presença do zagueiro Éder Militão na lateral-direita. Com isso, o Brasil entrará em campo com a seguinte escalação: Alisson; Militão, Thiago Silva, Marquinhos e Alex Telles; Casemiro, Lucas Paquetá e Neymar; Raphinha, Richarlison e Vinícius Júnior.

Porém, mesmo com uma equipe tão ofensiva, o treinador não acredita que o Brasil ficará exposto na defesa, pois ele prioriza uma característica na armação da sua equipe, o equilíbrio: “Equilíbrio, equilíbrio e equilíbrio. Toda vez que fugimos desse patamar corremos riscos. O Paquetá é um segundo meio-campista que traz um senso de criatividade, mas ao mesmo tempo colocamos em campo um lateral-direito que dá equilíbrio defensivo [Éder Militão]. Os nossos objetivos são criar e marcar gols, mas mantendo a consistência. Com equilíbrio uma equipe está mais próxima da vitória”.

Após o jogo de sexta contra Gana, o Brasil volta a entrar em campo quatro dias depois, quando mede forças com a Tunísia, no Parque dos Príncipes, em Paris.

Conteúdo de marca

Quero divulgar right